Barra Cofina

Correio da Manhã

Comunicados de Imprensa
7

O caminho mais doce do ano vem dar a Abrantes - 19ºFeira Nacional de Doçaria Tradicional

Entre 22 e 24 de outubro, Abrantes, volta a ser a montra da doçaria tradicional.
11 de Outubro de 2021 às 14:30
Um dos eventos que mais faz crescer água na boca, está de volta no próximo dia 22 de outubro e traz consigo uma agradável novidade. A "Doçaria a Pedido", uma forma de dar a oportunidade de degustar este sublime certame, e se por algum motivo não consegue deslocar-se até à Feira da Doçaria, a feira vai até as pessoas, da forma mais doce possível. Apenas tem de ligar para um número que será disponibilizado atempadamente, escolher os doces que mais anseia saborear, realizar a sua encomenda e levantá-la num dos horários e locais estipulados para o efeito, ou até mesmo recebê-la na sua casa, a escolha é sua.

Os doces conventuais e tradicionais são presenças que não podiam faltar este ano, bem como diversas atividades, animação infantil, exposições, oficinas de doçaria e atividades desportivas. Um cardápio recheado e pensado na envolvência da comunidade e na oportunidade de ser uma porta aberta para visitantes de outras regiões, permitindo assim que os doces tradicionais de Abrantes fiquem na boca do mundo.

Devido à pandemia de Covid-19, este delicioso itinerário de 3 dias, alberga consigo algumas medidas de segurança a serem aplicadas dentro do recinto da feira, nomeadamente a obrigatoriedade do uso de máscara, a existência de circuitos de circulação específicos, a proibição de consumo de doçaria e o aconselhamento à desinfeção das mãos continuamente.

A Feira Nacional de Doçaria Tradicional, organizada pelo Município de Abrantes, em parceira com a Tagus - Associação para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo interior, realiza-se há 19 anos, com o objetivo primordial de promover e valorizar a doçaria tradicional e conventual e os seus produtos endógenos.

Num evento, reconhecido a nível nacional, pretende-se enaltecer o que de melhor se faz no concelho de Abrantes, pelas mãos dos próprios doceiros, evidenciando assim o rico património gastronómico existente na região, sendo que diversos doces representativos do território português vão marcar presença neste certame, mas melhor que os revelá-los, é mesmo vir descobri-los.
Ver comentários