Barra Cofina

Correio da Manhã

Comunicados de Imprensa
4

Sever do Vouga em festa com a Ficavouga

De 31 de julho a 4 de agosto, música, gastronomia, artesanato marcam o cartaz da edição 2019 que tem entrada gratuita.
30 de Julho de 2019 às 10:59
A programação aposta, sobretudo, na música. Ao todo, são cerca de 40 horas com nomes do panorama nacional e grupos locais. Os D.A.M.A. (31/07), Sons do Minho (01/08), Piruka (02/08), Calema (03/08) e Ana Laíns, Mafalda Arnauth e Ricardo Azevedo (04/08) são os nomes que vão pisar o palco principal. As tardes e noites contam ainda com o talento dos grupos locais, a tradição dos ranchos folclóricos, a qualidade das bandas filarmónicas, a irreverência dos Dj’s e a alegria das marchas populares. "Tivemos uma redução de nove para cinco dias de FicaVouga, mas a qualidade mantém-se. Por termos menos dias de evento, apresentamos um cartaz mais coeso, com as atrações mais concentradas, garantindo uma maior dinâmica", explicou aos jornalistas, o presidente da Câmara Municipal de Sever do Vouga, António Coutinho.

Além da duração do evento, outra das novidades prende-se com Espaço Criança que este ano terá algumas melhorias e será redimensionado. O mesmo acontece na área da restauração e das tasquinhas das coletividades locais, que terá animação musical ao vivo, contribuindo para o ambiente de festa, também à hora das refeições. Com um palco móvel, a organização pretende que os concertos sejam mais atrativos, contribuindo para uma melhor visualização dos espetáculos.

A ausência de expositores também marca esta FicaVouga. Uma decisão, como explicou António Coutinho, partilhada com as empresas, em que a organização teve em conta o sentimento dos expositores, que se debatiam com algumas dificuldades, entre elas, o período de férias em que a FicaVouga se realiza. "A ausência dos expositores é vista por nós, este ano, como um momento de reflexão em que vamos, todos juntos, reavaliar e definir novas estratégias. Já aconteceu no passado e sentimos necessidade de voltar a fazê-lo este ano", afirmou o autarca, sublinhando que "projetos com a dimensão e a longevidade da FicaVouga, precisam ser reavaliados, de tempos em tempos, para que continuem a cumprir o seu propósito: ser a festa de todos os severenses, o ponto de encontro dos emigrantes e também de quem nos visita. Vemos a FicaVouga como um projeto vivo que se ajusta às necessidades e exigências da nossa comunidade, o que explica quase três décadas de existência".

Além da música que se vai fazer ouvir nos diferentes palcos e espaços do recinto, há atividades pensadas para serem desfrutadas em família. Destaque para as oficinas de desenvolvimento pessoal, o "Deixa a Tua Marca", que decorrem diariamente, pelas 18h30, e este ano tem como tema a sustentabilidade ambiental. No dia 3, pelas 19h00, um espetáculo de FreeStyle, na EN 328, em frente ao recinto da FicaVouga, promete fazer subir a adrenalina.

Por tudo isto, "a FicaVouga assume-se como um evento de valorização do Município e do que de bom Sever do Vouga tem para oferecer, sendo muitos os visitantes que aproveitam o certame para visitar o concelho e conhecer o nosso território", concluiu António Coutinho.

Durante a FicaVouga, estará, ainda, a funcionar um balcão de votação do Orçamento Participativo, cujos projetos vencedores serão anunciados na noite de 4 de agosto.

Razões mais que suficientes para visitar Sever do Vouga, conhecer as suas paisagens e deixar-se conquistar pela simpatia e hospitalidade das suas gentes.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)