Barra Cofina

Correio da Manhã

Coronavírus

Dois mortos e 235 infetados por coronavírus nas últimas 24 horas em Portugal

Óbitos devido à Covid-19 ocorreram na Região de Lisboa e Vale do Tejo, que regista 63% dos novos casos.
Correio da Manhã 14 de Agosto de 2020 às 13:46
Coronavírus
Coronavírus FOTO: Getty Images
O número de vítimas mortais devido à Covid-19 voltou a aumentar em Portugal, nas últimas 24 horas. Contam-se mais 2 mortos e mais 235 infetados por coronavírus, segundo o bolteim epidemiológico da DGS desta sexta-feira.

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 2 mortos e 235 novos casos de coronavírus.

O número total de vítimas mortais é agora de 1772 e há até ao momento 53783 doentes infetados com a Covid-19.
A Região de Lisboa e Vale do Tejo concentra 149 dos novos casos (63% do total de novos casos de infeção). Foi nesta região que ocorreram as duas mortes por Covid-19 que acrescem no boletim da DGS desta sexta-feira.

Já o número de pessoas recuperadas da doença é agora de 39177 (mais 197 do que na quinta-feira). . Há 1298 pessoas a aguardar resultado laboratorial (mais 50 nas últimas 24 horas).

Há atualmente 348 pessoas internadas, menos dez do que esta quinta-feira. O número de doentes em unidades de cuidados intensivos aumentou nas últimas 24 horas para 41, mais dois que na véspera.

Na conferência de imprensa da DGS, foi referido pela ministra da Saúde que o índice de transmissibilidade do novo coronavírs (o chamado 'R'), subiu "ligeiramente" para 1,04, entre os dias 5 a 9 de agosto.

"Boas notícias": Unidades de cuidados continuados e integrados sem casos
Marta Temido referiu uma "boa notícia" presente no boletim epidemiológico desta sexta-feira, o facto de, até às 00h00 de ontem, não haver registo de qualquer utente com Covid-19 na Rede Nacional de Cuidados Continuados e Integrados

Proibição de fumar em Portugal, como em Espanha? Ministra da Saúde diz que "avaliaremos"
Marta Temido admitiu a possibilidade de proibir fumar nas ruas em Portugal, tal como já acontece em Espanha, ainda que não esteja em cima da mesa para já a adoção da medida. "Neste momento não estamos a pensar adotar uma medida semelhante", afirmou, ressalvando que, caso se prove eficaz  "avaliaremos se será também adequado ao nosso contexto", pelo que a hipótese não está descartada de todo.

Rui Portugal comenta notícia do CM sobre surto na Opus Dei
Questionado sobre a notícia do Correio da Manhã, que dá conta de um surto de Covid-19 num evento da Opus Dei, com seis padres infetados, o subdiretor-geral da Saúde, Rui Portugal, disse que não era possível "precisar o número exato de surtos que aconteceram em atividades de caráter religioso".

O responsável avisou no entanto "que aglomerações de pessoas, em qualquer tipo de eventos, nomeadamente de caráter religioso, particularmente em meios fechados, são zonas de risco e devem ser cumpridas todas as orientações" das autoridades de Saúde.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Mortos Pessoas Infetadas doentes coronavírus pandemia covid19 saúde doenças infecciosas
Ver comentários