Barra Cofina

Correio da Manhã

Coronavírus

Bares transformados em cafés e novas regras nos aeroportos. Saiba tudo o que muda

Restaurantes vão ter menos limitações horárias e cidadãos estrangeiros que queiram entrar no País têm de realizar teste.
Lusa 30 de Julho de 2020 às 07:21
Coronavírus
Coronavírus em Lisboa
Coronavírus
Coronavírus em Lisboa
Coronavírus
Coronavírus em Lisboa
O Governo decidiu esta quinta-feira a passagem das 19 freguesias de cinco concelhos da Área Metropolitana de Lisboa (AML) mudar a situação de calamidade para a situação de contingência e o prolongamento das restrições aplicadas nesta zona. A decisão foi tomada, afirma Eduardo Cabrita, perante a avaliação significamente positiva nas últimas semanas, regularmente realizadas, nos cinco municípios de Lisboa. 

Nova medidas
Os restaurantes passam assim a ter menos limitações horárias, podem receber clientes até à 00h00 e encerrar à 1h00. A Ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva, esclareceu ainda que os bares e discotecas vão permanecer fechados no que toca à sua atividade, porém, poderão abrir se funcionarem como um café ou pastelaria sem que para isso necessitem de mudar legalmente as suas atividades. 

O horário de encerramento de bares e discotecas que adotem regras de cafés e pastelarias é às 20h00 na AML e 1h00 no resto do País. 

Deve-se continuar a manter a etiqueta respiratória, o respeito pelas regras de não realização de concentração de pessoas, e os espaços comerciais mantêm-se. 

As regras também vão mudar no que toca ao funcionamento dos voos. Viajantes da União Europeia, Noruega, Islância, Suíça e países considerados sem risco poderão circular livremente nos aeroportos nacionais - desde que tenham o tesde feito - sendo sujeitos a controlo de temperatura. O passageiros com temperaturas superiores a 38 graus serão direcionados para uma área restrita. 

Perante a recusa de realização de teste no aeroporto, os indivíduos serão notificados para realização do teste em laboratório e, se mesmo assim não o fizerem, estão incorrer em crime alertou Ministro da Administração Interna. 

Eduardo Cabrita esclarece ainda que os testes devem ser feitos antes do embarque e que aos cidadãos estrangeiros que não cumpram essa regra poderá ser vedada a entrada no país. 

Exceção apenas para os cidadão nacionais que podem fazer o teste nas 48 horas seguintes e aos quais não haverá proibição de entrada no país caso não tenham o teste. 

Sobre os centros de dia não foram ainda tomadas decisões concretas.

Portugal mantem-se em situação de alerta
A generalidade de Portugal continental entrou no dia 01 de julho em situação de alerta devido à pandemia de covid-19, com exceção da Área Metropolitana, que passou para o estado de contingência. Nesta zona, que é constituída por 18 municípios, 19 freguesias de cinco concelhos - Loures, Amadora, Odivelas, Lisboa e Sintra - permaneceram em estado de calamidade.

Estes três níveis, que correspondem a diferentes restrições ao desconfinamento, estão em vigor até às 23:59 de 31 de julho.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)