Correio da Manhã

Coro na Capela Sistina
Foto Pierpaolo Cito/AFP/Getty Images
Pela primeira vez na história foi possível gravar um disco no interior da Capela Sistina
Por Sónia Dias | 18:52
  • Partilhe
Papa permite gravar disco num dos espaços mais visitados.

Pela primeira vez na história, foi possível gravar um disco no interior da Capela Sistina, um dos locais mais sagrados e protegidos do Vaticano.

O papa Francisco deu uma autorização especial para que fosse montado um estúdio de gravação naquele espaço, de forma a registar as vozes do seu coro, constituído por 20 adultos e 30 crianças, todos do sexo masculino, dirigido por Massimo Palombella. O resultado foi ‘Cantate Domino’, um álbum que inclui temas de compositores renascentistas como Pierluigi da Palestrina, Orlando di Lasso e Tomás Luis de Victoria.

O disco conta ainda com cantos gregorianos e a primeira gravação da versão original de ‘Miserere’, de Gregorio Allegri, uma das composições mais belas e misteriosas feitas para o Vaticano. O papa será o primeiro a receber uma cópia de ‘Cantate Domino’, que será lançado a 25 de setembro.

Situada no coração do Vaticano, no Palácio Papal, a Capela Sistina é o local onde o conclave elege o novo papa. Considerada um dos espaços mais sagrados do mundo cristão, atrai mais de 4 milhões de visitantes por ano. É famosa pela sua arquitetura, inspirada no Templo de Salomão em Jerusalém, e pelos frescos da autoria de alguns dos maiores artistas do Renascimento, como Michelangelo, Rafael, Bernini e Botticelli, que recriam episódios do Velho e Novo Testamento. Uma das obras mais célebres é ‘A Criação de Adão’, representada no centro do tecto da capela.

Siga o CM no Facebook.

  • Partilhe
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE