Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
8

21ª MODA LISBOA

Com as propostas de Fátima Lopes, Luís Buchinho e Cravo/Baltazar, o Correio da Manhã termina as apresentações dos criadores presentes na edição Primavera/Verão 2004 da ModaLisboa, a decorrer entre os próximos dias 23 e 26, no Armazém Terlis.
17 de Outubro de 2003 às 00:00
Considerado um dos maiores eventos da moda nacional, o certame surge agora com mais um dia de desfiles e várias actividades paralelas, o que representa um passo rumo a sua consolidação como a Semana da Moda de Lisboa.
O desfile de Anna Molinari, o lançamento de um livro de moda da autoria de Cristina Duarte, a abertura da ourivesaria Dihn Van e a edição de um duplo CD, com as mais variadas tendências musicais, são alguns dos eventos paralelos.
Com mais um dia, a ModaLisboa conta com a participação de três marcas nacionais – Kispo, Lion of Porches e Oxford –, com desfiles individuais e “show-room”, que funcionará num espaço autónomo e individual.
Os restantes dias vão ser dedicados às apresentações dos criadores portugueses Alexandra Moura, Ana Salazar, Anabela Baldaque, Dino Alves, Fátima Lopes, José António Tenente, Katty Xiomara, Lidija Kolovrat, Luís Buchinho, Manuel Alves/José Manuel Gonçalves, Miguel Vieira, Nuno Gama, Osvaldo Martins, Paulo Cravo/Nuno Baltazar, Pedro Mourão e Maria Gambina, ausente nas últimas três estações.
Outra novidade é a presença de Alexandre Herchcovitch, estilista brasileiro conhecido nas “passerelles” londrina e parisiense.
FÁTIMAS LOPES
PERFIL:A mais internacional dos criadores portugueses é natural do Funchal, Madeira, onde nasceu em 1967. Criou a sua etiqueta em 1992, data a partir da qual apresenta as suas colecções com regularidade. Desde 1994 passa a apresentar as suas criações em Paris, onde inaugura a sua primeira loja, na Rue de Grenelle. No próximo mês vai abrir a sua primeira loja na Melrose Avenue, Hollywood, em regime de “franchising”.
Tema: Colecção inspirada nas danças de salão. Três temas: “rock” (pronto-a-vestir), tango (“toilette”), valsa (alta costura).
Cores: 1º tema, turqueza e vários azuis; 2º, negro, rosa fúchsia, dourado; 3º, branco, cor de pele, dourado e negro
Tecidos: 1º, denim, viscose, lycras; 2º, linho, lã fina, viscose, pele, camurça e seda; 3º, rendas bordadas, cristais Swarovski, sedas.
Silhueta: 1º, linha muito gráfica, assimetrias e sobreposições; 2º, linhas muito elegantes, saias pelo joelho com grandes rachas. Decotes assimétricos e alças de pedrarias; 3º, silhueta longilínea, com jogo de assimetrias e “goder”, acabamentos de alta costura.
LUÍS BUCHINHO
PERFIL:Nasceu em 1969. Formou-se em Design de Moda no CITEX. Depois de ter participado em diversos concursos de moda, inicia em 1989 a sua colaboração com a Jotex, cujas colecções continua a assinar, especiali- zando-se no “design” de malhas. Em 2002, inicia a comercialização da sua colecçã o no mercado externo e participa na iniciativa “Portugal”, em Barcelona. As suas colecções estão disponíveis em cerca de duas dezenas de pontos de venda em Portugal.
Tema: Visões do universo. Linha com referências “cósmicas”, num ambiente clássico de corte simples e rigoroso.
Cores: Negro, chumbo, roxo, ameixa, fúchsia, vermelho, azul-céu e branco. Chocolate, ouro e prata em apontamentos.
Tecidos: Piquet de algodão e jerseys com base de trabalho para os volumes estruturados. Predomínio de sedas, viscose e linhos lavados. Estampados com imagens de constelações.
Linhas: Silhueta anatómica, de contornos justos/muito justos. Cintura marcada por faixas largas, acentuando assim a feminidade. Assimetrias variadas, sublinhando o carácter gráfico e ilustrativo da colecção.
CRAVO.BALTAZAR
PERFIL:A dupla Paulo Cravo/Nuno Baltazar encontra-se durante o curso de Design, no CITEX, Porto. A sua etiqueta surge em 1997. Cria igualmente colecções para a Charles.
Tema: O universo do realizador espanhol Pedro Almodóvar.
Cores: Jogos claro/escuro em falsos brancos. Tons de pele, bege e cinzas. Rosas e caramelos pálidos e empoeirados do interior espanhol e uma gama de cores vivas.
Tecidos: Musselinas, tules, crepes da china, cetins e chiffons de seda para as silhuetas fluidas. Jerseys de algodão para o visual desportivo e sarjas, lonas em acabamentos “wash” e jacquards para a silhueta mais estruturada.
Linhas: Jogo de contrastes: curto/comprido, amplo/anatómico, fluido/estruturado, feminino/masculino.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)