Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
2

60 dias de espetáculos com o Cubo Mágico em Viseu

Até 21 de setembro ruas da cidade de Viseu vão ser palco de manifestações culturais para cativar turistas.
Luís Oliveira 19 de Julho de 2020 às 09:47
Este ano, devido à pandemia, não se irá realizar a habitual Feira de São Mateus, em Viseu
Este ano, devido à pandemia, não se irá realizar a habitual Feira de São Mateus, em Viseu FOTO: DR
Para colmatar a não realização da feira de São Mateus devido à pandemia de Covid-19, a Câmara de Viseu criou um programa com espetáculos que se vão realizar em vários pontos da cidade, sobretudo no centro. Cubo Mágico é o nome que congrega música erudita, popular e fado, exposições e teatro, começa terça-feira e termina a 21 de setembro, no dia de Viriato.

O evento tem um custo de meio milhão de euros, 150 mil euros financiados pela Câmara Municipal de Viseu e o restante de fundos europeus. Vai mobilizar quase 200 empresas locais e regionais e 165 estruturas culturais ou criativas, mobilizando um universo de mais de mil pessoas. "Organizar um programa em tempos de pandemia foi o equivalente a um quebra-cabeças que, agora que está resolvido, permite representar quase toda a agenda cultural de Viseu. A street art, a gastronomia, os vinhos, as tradições da Feira de São Mateus, a música erudita, a popular e o fado, nesta terra de Augusto Hilário", explica Jorge Sobrado, vereador da Cultura da Câmara de Viseu, salientando que o evento vai ter "600 micro eventos e propostas para um público do concelho, famílias, visitantes e turistas que procuram um destino seguro e atrativo".

Para isso, a organização garante que "todos os espetáculos vão garantir as regras das autoridades de Saúde no combate à pandemia Covid-19. Para já estão confirmados nomes como Bordalo II, a dupla Draw & Contra, Jorge Charrua, Mousaic e artistas da região.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)