Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
2

A arte de bem insultar em português

Entre ‘Aventesma' (primeira palavra da letra A) e ‘Zonzo' (última palavra da letra Z), o historiador Sérgio Luís de Carvalho conseguiu encaixar, em 200 páginas, os insultos mais populares - e também os mais inusitados - que se usam na língua portuguesa. O resultado chama-se ‘Dicionário de Insultos - Estranhas Origens e Bizarras Histórias dos Insultos Portugueses' e já chegou às livrarias, com a marca Planeta.

13 de Abril de 2014 às 21:30
Pormenor da capa do Dicionário de Insultos de Sérgio Luís de Carvalho, editado pela Planeta
Pormenor da capa do Dicionário de Insultos de Sérgio Luís de Carvalho, editado pela Planeta FOTO: D.R.

Sabia, por exemplo, que ‘roscofe’, palavra que se utiliza para designar algo que tem “fraca qualidade”, tem na sua origem numa marca de relógios fabricada no século XIX?

E de onde vem a expressão “fazer tudo à lagardère”? Segundo o autor deste livro, o insulto remete para uma personagem de um livro do século XIX. No romance ‘Le Bossu’, de Paul Féval, o cavaleiro Henry de Lagardère resolvia todos os problemas na ponta da espada, e o seu nome ficou associado a pessoas despachadas.

Estas e outras curiosidades num livro escrito em tom coloquial, e que mais do que enumerar palavras e respetivos significados, procura contar histórias e entreter o leitor.

Cultura Livros 'Dicionário de Insultos' Sérgio Luís de Carvalho Planeta Editora
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)