Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura

A DERRADEIRA DESPEDIDA DOS AMIGOS AO COSTUREIRO

O funeral do costureiro português José Carlos, falecido quarta-feira vítima de enfarte, realizou-se ontem, no Alto de São João e não no dos Olivais, como fora inicialmente anunciado.
28 de Agosto de 2004 às 00:00
Para prestarem a última homenagem a um dos mais conhecidos estilistas portugueses, estiveram familiares, amigos e colaboradores. Visivelmente abalada, Isabel Queiroz do Vale declarou estar a passar por um “momento muito emocional”. A cabeleireira, com quem José Carlos trabalhou durante anos, recordou o estilista como “um ser especial e de quem, facilmente, se gostava muito”.
Quem também não vai esquecer o amigo de há 30 anos é Lili Caneças. Para a ‘socialite’, “o Zé amou muito, viveu para o amor e morreu vítima do amor. Portugal nunca vai ter um costureiro como ele”.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)