Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
1

A história inacreditável do ex-Dr. Feelgood

Cinco anos depois de vencer um cancro, o ex-líder dos Dr. Feelgood está de volta com um novo disco de rock.
Vanessa Fidalgo 12 de Fevereiro de 2019 às 01:30
Britânico Wilko Johnson dá hoje um concerto único no Centro Cultural de Belém, em Lisboa
Britânico Wilko Johnson dá hoje um concerto único no Centro Cultural de Belém, em Lisboa
Britânico Wilko Johnson dá um concerto único no Centro Cultural de Belém, em Lisboa
Britânico Wilko Johnson dá hoje um concerto único no Centro Cultural de Belém, em Lisboa
Britânico Wilko Johnson dá hoje um concerto único no Centro Cultural de Belém, em Lisboa
Britânico Wilko Johnson dá um concerto único no Centro Cultural de Belém, em Lisboa
Britânico Wilko Johnson dá hoje um concerto único no Centro Cultural de Belém, em Lisboa
Britânico Wilko Johnson dá hoje um concerto único no Centro Cultural de Belém, em Lisboa
Britânico Wilko Johnson dá um concerto único no Centro Cultural de Belém, em Lisboa
Wilko Johnson, líder do lendário grupo de rock britânico Dr. Feelgood, vem a Portugal para um concerto especial. O músico de Canvey Island sobe esta eterça-feira ao palco do Centro Cultural de Belém, em Lisboa. Traz um novo disco na bagagem e, para contar, a história de um cancro supostamente incurável e do fã que lhe salvou a vida.

Recostado num dos sofás de napa do Centro Cultural de Belém, Wilko Johnson recebe o Correio da Manhã vestido de negro. A figura esguia e irrequieta não deixa adivinhar os 71 anos de vida, e muito menos a batalha que travou, sem querer, há cinco anos.

"Um dia, fui ao médico porque me tinha aparecido um inchaço na região abdominal e ele disse-me que tinha um cancro inoperável. Que ia morrer! Então resolvi divertir-me no pouco tempo que me restava e tocar pelo Mundo fora", conta.

Foi num desses concertos de ‘despedida’ que um fã lhe trocou as voltas. "Ele era médico e ao ver-me disse que o diagnóstico devia estar errado. Não era possível um tipo que estava tão mal, sentir-se tão bem. E aconselhou--me um outro médico."

Wilko lá foi e acabou numa mesa de operações que lhe salvou a vida. "Saber que se vai morrer dá-nos a volta à cabeça. E descobrir que, afinal, foi falso alarme, também!", confessa.

Mas agora pode voltar a fazer o que mais gosta: "Tocar rock ‘n’ roll." Da palavra à prática, mostrará aos portugueses o seu novo álbum ‘Blow Your Mind’.

PORMENORES 
Música como paixão
John Peter Wilkinson (Wilko Johnson) nasceu a 12 de julho de 1947 e antes de chegar à faculdade tocou em vários grupos. Após a licenciatura (em Inglês e Literatura), juntou-se a uma banda que se transformaria nos Dr. Feelgood.

Bilhetes dos 25 aos 40 €
Concerto de Lisboa é o único de Wilko Johnson em Portugal (o da Casa da Música, no Porto, amanhã, foi cancelado). Os bilhetes custam entre os 25 e os 40 euros, o espetáculo dura 75 minutos e é para maiores de 6.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)