Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura

A HONRA DE SOPHIA

A poetisa Sophia de Mello Breyner Andresen vai ser distinguida com a Medalha de Honra do Presidente do Chile, por ocasião do centenário do nascimento poeta Pablo Neruda, que se celebra a 12 de Julho.
1 de Julho de 2004 às 00:00
A revelação foi feita pelo conselheiro para os assuntos culturais da Embaixada do Chile em Lisboa, Mário Kademartori, segundo o qual a autora de 'O Cristo Cigano' foi escolhida por uma comissão de personalidades em que se incluia o escritor José Saramago, que receberá também a medalha por fazer parte da comissão de honra das comemorações do centenário do nascimento do poeta chileno.
Kademartori adiantou ainda que estão previstas diversas iniciativas relacionadas com as comemorações do centenário do nascimento de Neruda. Sem adiantar pormenores, o diplomata referiu que estas iniciativas deverão decorrer em Lisboa, Coimbra e Almada.
A ministra dos Negócios Estrangeiros do Chile, Soledad Alvear, já tinha anunciado a realização de uma série de iniciativas "em todas as missões diplomáticas" chilenas, destacando o poeta e embaixador Neruda.
Ver comentários