Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
9

A Velha Avarenta

Era uma vez… Era uma vez uma velha… Era uma vez uma velha avarenta… (tão avarenta, tão avarenta, que queria ter tudo e achava que, ao dar uma cebola velha a uma velha pobre, se livrava do inferno…).
22 de Dezembro de 2007 às 00:00
A sua grande preocupação era ver se tinha tudo para ter o prazer de dizer: ‘É tudo meu!!!’. Um dia a velha percebeu que tinha coisas(!)… Tinha muitas coisas, mas estava sozinha…”
Inspirado no texto ‘A Cebola da Velha Avarenta’ (uma pequena, deliciosa e quase desconhecida história da Sophia de Mello Breyner Andresen) este espectáculo é um momento inesquecível onde o teatro, a dança, os objectos e a voz se unem para deleite dos mais pequenos.
Com muito humor e energia, uma velha muito velhinha mostra-nos como é bom partilhar.
‘A Velha Avarenta’ é um espectáculo de Manuel Gama e conta com a interpretação de Andrea Gailondo. Está no Teatro do Campo Alegre hoje e amanhã, e dias 29 e 30 de Dezembro, pelas 16h00.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)