Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
5

Acima de 30 mil em noite metálica

Mais de 30 mil fãs de heavy metal provocaram ontem uma ‘maré negra’ no Passeio Marítimo de Algés, num primeiro dia do Optimus Alive! em que os cabeças-de-cartaz, com entrada marcada para perto da meia-noite, eram os Metallica.
10 de Julho de 2009 às 00:30
Os Machine Head foram uma das bandas que animaram a multidão de fãs de heavy metal que se concentraram no recinto do festival
Os Machine Head foram uma das bandas que animaram a multidão de fãs de heavy metal que se concentraram no recinto do festival FOTO: Mariline Alves

Enquanto não chegava essa hora, a actuação dos Slipknot ficou marcada por uma ausência de última hora: a morte de um familiar de Chris Fehn levou a que este tenha voltado para os EUA e os colegas de banda dedicaram-lhe uma canção. Antes deles, o vocalista dos Machine Head anunciou que a mãe veio pela primeira vez ao País e 'já se sentia cem por cento portuguesa'.

Desde a tarde, milhares acorreram à zona na tentativa de obter os melhores lugares. Apesar da propensão metaleira, a abertura da terceira edição do Optimus Alive! coube aos portugueses Os Golpes, que por volta das 17h00 inauguraram o Palco Super Bock, alternativa ao som pesado do Palco Optimus.

A primeira avalancha decibélica coube aos nacionais Ramp, que não obstante o forte sol conseguiram reunir uns heróicos fãs. De seguida, os Mastodon fizeram uma actuação rápida e muito técnica que deixou a maioria a salivar por mais. Insistiram no novo disco ‘Crack the Skye’, e deixaram muitos temas do passado de fora, justamente os mais conhecidos.

Chegado ao fim o dia de trabalho, não parou de sair gente vestida de negro dos comboios. O CM encontrou uma verdadeira ‘família metálica’ de Almada, com pai, mãe e filho de 14 anos. 'A tradição ainda é o que era', segundo o pai Augusto. O jovem André ‘já curte’ Metallica, mas veio ouvir Lamb of God, que foram uma das coqueluches dos metaleiros mais jovens.

Presença constante em todo o recinto foram os Homens da Luta, com o humorista Jel seguido por jovens vestidas de coelhinhas da ‘Playboy’.

MASTODON PROMETEM REGRESSO

Os Mastodon, uma das bandas--sensação do heavy contemporâneo, querem regressar em breve a Portugal. Assim garantiu ao CM o baixista Troy Sanders, momentos antes de subir ao palco. 'É a quarta vez que estamos em Portugal e nunca fomos cabeças-de--cartaz. Queremos voltar nessa condição, com o nosso próprio espectáculo', adiantou. Segundo o músico, o regresso deverá acontecer 'em Março ou Abril de 2010' e nessa altura a banda de Atlanta (EUA) garante que trará uma produção única. 'Vai ser o espectáculo total do ‘Crack the Skye’ [novo disco da banda]. Vamos tocá-lo na íntegra, com uma produção cénica que inclui vídeos, projecções e uma série de outras coisas em que ainda estamos a pensar. Vai ser grandioso. A ideia é envolver as pessoas numa jornada única', disse.

CARTAZ DE HOJE

PALCO OPTIMUS

00h30: The Prodigy

22h45: Placebo

21h45: Blasted Mechanism 21h15

19h50: The Kooks

18h30: Eagles of Death Paper

17h30: Os Pontos Negros

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)