Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
1

Açores debatem cultura taurina

Os jipes e tractores bloqueiam a estrada para conduzir a manada aos currais. Na ganadaria Rego Botelho, a manhã é de escolha dos novilhos que no sábado serão estrelas da festa campera – celebração muito popular na ilha Terceira, em que os animais são toureados a pé. José Baldaia lidera as operações. Ele e os cinco irmãos gerem uma das dezenas de ganadarias que fazem da Terceira a ilha açoriana com mais tradição na festa brava. Aqui se fazem as célebres touradas à corda, que trazem multidões para as ruas, ano após ano.
29 de Janeiro de 2009 às 00:30
A Terceira é a ilha dos Açores com maior tradição na tauromaquia, contando com dez ganadarias
A Terceira é a ilha dos Açores com maior tradição na tauromaquia, contando com dez ganadarias FOTO: Manuel Moreira

A festa campera destina-se aos convidados que, até sábado, fazem da Terceira capital mundial da cultura taurina. O Fórum Mundial traz participantes de onze países, com ganadeiros, toureiros e matadores a debater com escritores, filósofos e políticos a influência de uma arte centenária na cultura europeia e americana.

'Quisemos fazer o encontro nos Açores, geograficamente entre os dois continentes, para que sirva como ponte entre os dois mundos', disse ao CM Arlindo Teles, presidente da Tertúlia Tauromáquica Terceirense, que organiza o Fórum.

'FALA-SE MUITO DA CRUELDADE NOS TOIROS': Arlindo Teles, Responsável Fórum Mundial Cultura Taurina

Correio da Manhã – Qual é o objectivo deste Fórum?

Arlindo Teles – Na maioria das vezes, o debate sobre assuntos tauromáquicos centra-se no espectáculo. Queremos explorar a influência dos toiros na cultura e artes.

– 0 facto de terem representantes de 11 países é uma prova do sucesso da iniciativa?

– Penso que é uma iniciativa inédita, não só em Portugal como a nível internacional. Espero que os Açores possam servir de ponte entre os continentes americano e europeu.

– Nos últimos anos acentuou-se a contestação às corridas de toiros. O Fórum é também uma resposta a essas críticas?

– Não tem esse objectivo, mas entre os participantes está um reputado especialista – que nem é aficionado – para falar sobre a fisiologia do toiro e a maneira como percepciona o stress. Fala-se muito de crueldade por desconhecimento do animal em causa. Os aficionados devem ser respeitados.

DETALHES

MENSAGENS

O ex-Presidente da República Jorge Sampaio e o deputado Vera Jardim enviaram mensagens que serão lidas no Fórum.

ORGANIZAÇÃO 

Três equipas prepararam o evento: uma nos Açores e outras em Lisboa e Madrid. Espanha é o país estrangeiro mais representado.

TEMAS EM DEBATE

‘Política e Toiros’, ‘História do Toureio’ e ‘Ética do Toureio’ são temas de conferência e debate.

Ver comentários