Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
2

Actores e músicos juntos em palco

A acção começa com um casting para cantores e actores onde, durante os 60 minutos de duração de ‘O Empresário’, de Mozart, uma co-produção da ACTA – A Companhia de Teatro do Algarve e da Orquestra do Algarve, acontecem as mais variadas peripécias.
30 de Maio de 2007 às 00:00
Músicos, actores e cantores interagem no espectáculo
Músicos, actores e cantores interagem no espectáculo FOTO: d.r.
A estreia do espectáculo, com encenação de Paulo Matos, acontece já na próxima sexta-feira, às 22h00, no Teatro das Figuras, em Faro, depois percorre a região algarvia.
“Os espectadores vão assistir ao momento onde ópera e teatro se fundem como dois elementos de um único espectáculo, o que acho muito interessante”, refere o encenador ao CM, destacando a forma como 30 músicos, sete actores e três cantores se misturam em palco, onde estará ainda o director musical Osvaldo Ferreira. “Temos 11 performances que vão desde o mimo ao actor que declama e aos cantores de ópera”.
A própria Orquestra faz parte da acção, não está no fosso: “Os músicos entram a meio do espectáculo, participam, riem, batem palmas, acompanham todos os momentos teatrais com pequenas intervenções... Toda esta fusão de áreas performativas é um grande desafio e motivo de interesse desta nova produção.”
Na produção que agora se apresenta pela primeira vez em língua portuguesa e em que participam os actores da ACTAN Luís Vicente, Afonso Dias, João Jonas, Luís Miranda, Elisabete Martins, Glória Fernandes e Tânia Silva, o libreto foi inteiramente reescrito, mantendo-se no entanto os seus debates internos originais, na perspectiva pretendida por Mozart, baseado na proximidade e comunicação com o público.
O espectáculo, integrado numa dinâmica de Verão, depois da estreia em Faro segue para Albufeira, onde será apresentado dia 2 no átrio da Câmara Municipal. “Vai ser adaptado a vários espaços exteriores. Quem for assistir vai ter noites inesquecíveis”, promete Paulo Matos.
Ver comentários