Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
9

Ana e Mari Paz triunfam

A corrida mista de exaltação à mulher decorreu sábado, na Azambuja, sob o signo da monotonia, quebrada, por vezes, durante as actuações de Ana Batista (foto) e Mari Paz Vega.
29 de Maio de 2006 às 00:00
Ana e Mari Paz triunfam
Ana e Mari Paz triunfam FOTO: Jorge Paula
A primeira, muito segura nas lides, preparou bem as sortes, bregou a preceito e deixou a ferragem bem colocada, procurando tirar o melhor partido dos toiros que lhe couberam em sorte. No que abriu praça citou sempre de frente, rematou bem e fechou com um palmito bem marcado, enquanto no seu segundo esteve também diligente, cravando a ferragem no sítio e fechando com um ferro de palmo a pedido do público.
Paz Vega executou duas faenas de acordo com os toiros que não eram fáceis e foi com a muleta que conseguiu chegar ao público. No primeiro, através de uma série de passes por baixo e uma tanda de naturais executados nos médios; no segundo lanceou à verónica com suavidade e voltou a estar bem com a muleta. Passes em redondo, naturais muito ritmados e rematados com o passe de peito, templados e com perfeito conhecimento das distâncias.
A praticante Ana Rita esteve sempre muito corajosa e teve ferros de mérito, mostrando muitas qualidades que se puderam apreciar melhor no último toiro da corrida.
Soledad Sanchez, de Málaga, mostrou muita determinação e habilidade, em especial com a muleta, na lide de um novilho.
Os forcados de Vila Franca estiveram muito seguros.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)