Animação mais realista estreia-se em Portugal

Com a chegada de ‘Os Robinsons’, o mais recente filme de animação que hoje estreia em Portugal, a Disney entra definitivamente na era das três dimensões (3D).
29.03.07
  • partilhe
  • 0
  • +
Animação mais realista estreia-se em Portugal
'Os Robinsons' é o primeiro filme da Disney a utilizar uma nova tecnologia de três dimensões Foto d.r.
A partir de agora, os espectadores que assim o desejarem vão poder experimentar um efeito tridimensional bem mais realista do que existia até há bem pouco. Bem-vindos então ao futuro da animação.
Em vez do processo tradicional que fundia a imagem a três dimensões a partir de dois projectores – daí as lentes de cores diferentes –, a novíssima tecnologia Disney Digital 3D utiliza apenas um único projector que permite, contudo, uma visão suave, uniformizada e, em última análise, um efeito ‘real’ de três dimensões. Que continua, no entanto, a não dispensar os óculos especiais para uma mais completa sensação.
“É um pouco como se estivessemos a assistir a uma peça de teatro”, comparou o supervisor da animação, Dick Zondag, durante uma entrevista ao CM na Disneyland, em Paris, onde o filme foi apresentado. “As personagens parecem-se agora mais com actores”, acrescentou.
"UMA NOVA FERRAMENTA"
Ainda que assim seja, Robh Ruppel, o director de arte do filme, explicou ao CM que a nova tecnologia é apenas mais “uma nova ferramenta”. Para ele, o importante “é saber se a história é boa e se a personagem funciona junto do público”.
Jon Bernstein adaptou a ideia original de William Joyce e desenvolveu uma fantasia que tem todos os condimentos para cativar o público infantil.
A história de ‘Os Robinsons’ roda em torno do pequeno génio Lewis, abandonado pela mãe e entregue a um orfanato. Só que movido pela sua paixão pelos gadgets e engenhocas, o garoto decide encontrá-la. Para isso, desenvolve um ‘scanner’ de memória, só que antes de o pôr em funcionamento este é roubado pelo vilão Bowler Hat Guy. É ai que entra em cena Wilbur Robinson, um rapaz misterioso que convida Lewis a procurar a mãe no… futuro. E as peripécias sucedem-se, com animação garantida, sobretudo quando Lewis conhece a delirante e futurista família Robinson.
"TAMBÉM FUI ADOPTADO QUANDO ERA CRIANÇA"
STEPHEN ANDERSON, REALIZADOS DE 'OS ROBINSONS'
- Correio da Manhã – A utilização das 3D pode ser uma forma de ir mais além no cinema?
- Stephen Anderson – Sim. A tecnologia que temos hoje para as versões 3D do filme é assombrosa. Isso permite uma maior imersão dos espectadores no filme. Estamos mesmo dentro desse universo e quase podemos tocar nos objectos. Mas a versão 2D é igualmente poderosa.
- É verdade que se relaciona com a história do protagonista Lewis?
- Correcto. Quando li a história pela primeira vez, em 2002, fiquei imediatamente cativado. Desde logo pelo facto de ele tentar ser adoptado. É que isso também aconteceu comigo. Também fui adoptado quando era criança. No fundo, as perguntas que ele faz sobre o seu passado, como querer saber quem era a mãe, foram exactamente as que eu fiz na idade dele.
- Tentou procurar os seus pais verdadeiros?
- Não exactamente. Quando era mais novo claro que isso me intrigava, mas quando amadureci percebi que não era o mais importante. O que interessa mesmo é o futuro. Até porque estava já integrado numa nova família que agora faz parte da minha vida.
- É verdade que esta foi a sua primeira longa-metragem e que nunca tinha trabalhado com animação por computador?
- Sim. Aprendi com a experiência directa. Mas a verdade é que nunca me senti sozinho nesse processo, pois o talento que existe na Disney é muito vasto. Tive sempre muito apoio.
PARA PORTUGUÊS VER
OITO SALAS
São apenas oito as salas em todo o País em que se pode apreciar ‘Os Robinsons’ em 3D. São elas: Cascaishoping, Almada Fórum, Dolce Vita Porto, Ferrara Plaza, Glicínias, Foz Plaza, Vasco da Gama e Braga Parque.
VOZES NACIONAIS
Como é hábito em filmes de animação, ‘Os Robinsons’ tem uma versão dobrada em língua portuguesa. Eis a lista das personagens e respectivas vozes lusitanas:
Mildred - Rita Alagão
Lewis - André Caramujo
Wilbur - João Teixeira
Bowler Hat Guy - Pedro Gorgia
Avô - Fernando Gomes
Tia Billie - Luísa Salgueiro
Tio Art - Diogo Morgado
T-Rex - Rui Paulo

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!