Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
6

AQUI É SÓ CARINHO

Demoraram uma hora a chegar à conferência de Imprensa e dez minutos a conquistar por completo o coração dos jornalistas portugueses. Claudia Raia e Miguel Falabella – que estão em Lisboa para apresentar o espectáculo ‘Batalha de Arroz Num Ringue para Dois’ (com estreia marcada para amanhã, no Teatro Tivoli) – esbanjaram charme e responderam, durante 80 minutos, a todas as perguntas que os jornalistas lhes lançaram: falaram de trabalho, da família, do amor, da amizade...
7 de Setembro de 2004 às 00:00
Depois de uma discussão preliminar sobre o vício de Miguel Falabella (queria fumar durante a conferência mas a Claudia Raia não deixou!), contaram-nos que é a cumplicidade entre os dois que fez o sucesso do espectáculo no Brasil e que lhes permite encarar com alegria esta curta carreira entre nós.
“É muito bom repartir o palco com alguém que te ama e a quem você ama. Não há qualquer rivalidade entre mim e o Miguel...”, começou por explicar a actriz. Ao que Falabella respondeu prontamente: “Só discutimos por causa do cigarro e das roupas. Ela acha que eu ando mal vestido!”
Foi há precisamente 20 anos que Mauro Rasi, desaparecido no ano passado, escreveu ‘Batalha de Arroz’, depois de ver o filme ‘Cenas da Vida Conjugal’, de Ingmar Bergman. Na altura, pensou fazer uma peça sobre a difícil arte de ser casado – mas em versão brasileira. Ou seja, bem apimentada.
ADEPTA DO CASAMENTO
Em vários ‘sketches’ diferentes – mas sempre carregados de humor – os actores prometem uma viagem aos bastidores do casamento. Isto feito por uma actriz que é uma defensora acérrima do casamento (faz hoje 12 anos que está casada com Edson Celulari). “Reclamamos quando estamos casados, depois reclamamos quando estamos sozinhos...”, explica Miguel Falabella, com um encolher os ombros.
Aliás, Claudia dá tanta importância à família que trouxe consigo a pequena Sofia, de meses, e é já com saudade que aguarda a visita do marido e do filho, Enzo, de sete anos, “lá para o meio do mês”. Medo do assédio do público? Qual quê. “Nós temos de ter medo da violência e da agressividade. Aqui é só carinho...”, garante ela, que nos dias de folga pretende visitar locais bonitos e comer boa comida.
Já Falabella é mais da noite. Ele, que há uns anos decidiu ir à feira de Barcelos porque queria ter um galo famoso, foi obrigado a comprar um par de óculos escuros para sair de lá inteiro... “Felizmente, vou muito para as noites e às cinco da manhã já ninguém sabe quem é quem...”
‘Batalha de Arroz’ – numa versão ‘aportuguesada’ por Maria Rueff e Joaquim Monchique – estará no Tivoli até dia 2 de Outubro.
PERFIS
CLAUDIA RAIA
A inesquecível ‘Tancinha’ da telenovela ‘Sassaricando’ tem sido presença constante no nosso pequeno ecrã desde ‘Roque Santeiro’, a sua primeira participação nas produções da Globo. Tendo iniciado a sua carreira como bailarina, fez muito teatro e surpreendeu Portugal com a sua interpretação da transsexual Ramona em ‘AsFilhas da Mãe’. É casada e tem dois filhos de Edson Celulari, também actor.
MIGUEL FALABELLA
Escritor, actor e encenador, Miguel Falabella tornou-se nos últimos anos também gestor cultural: dirige 16 salas de espectáculo no Rio de Janeiro, com a preocupação de proporcionar aos mais desfavorecidos o contacto com o teatro. Entre as suas peças, ‘A Partilha’ foi levada à cena no Teatro Nacional D. Maria II, encenada por António Feio. Recentemente, destacou-se na série ‘Sai de Baixo’.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)