Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
2

Artes comemoram 60 anos da Gulbenkian

Programa inclui dança, música, conferências e sessões de leitura.
Sandra Rodrigues dos Santos 23 de Junho de 2016 às 08:04
Carlos do Carmo atua este sábado, às 21h30, na Fundação Gulbenkian, acompanhado por Ivan Lins
Carlos do Carmo atua este sábado, às 21h30, na Fundação Gulbenkian, acompanhado por Ivan Lins FOTO: João Miguel Rodrigues
O grupo feminino de teatro do Mali Les Amazones d’Afrique inaugura hoje as comemorações dos 60 anos da Fundação Calouste Gulbenkian. As celebrações alargam-se a outras artes, como a música, que sábado levará Carlos do Carmo ao anfiteatro ao ar livre da fundação.

Acompanhado por Ivan Lins e pela Orquestra Gulbenkian, Carlos do Carmo subirá ao palco pelas 21h30. Entre os outros músicos com atuações marcadas para o Jardim de Verão, o programa de comemorações do aniversário, encontram-se Waldemar Bastos, Anoushka Shankar, Músicos do Tejo, Marta Araújo e Marcos Magalhães.

Para a Gulbenlkian, um dos pontos altos da programação será o espetáculo ‘Ópera na Prisão’, que, no próximo dia 30, levará ao palco do Grande Auditório 30 jovens reclusos do Estabelecimento Prisional de Leiria para interpretarem ‘D. Giovanni’, de Mozart.

No cinema está prevista a exibição da trilogia de Miguel Gomes, ‘As Mil e uma Noites’, com os seus três volumes, no anfiteatro ao ar livre, de 27 a 29 de junho. A 30 de junho é exibido o documentário ‘Amadeo de Souza Cardoso. Le Dernier secret de l’art moderne’, do realizador Christophe Fonseca.

A nível de exposições é hoje inaugurada a mostra ‘Linhas do Tempo. As Coleções Gulbenkian. Caminhos Contemporâneos’, que poderá ser visitada até 2 de janeiro próximo.

O programa inclui, ainda, dança, workshops, sessões de leitura e conferências.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)