Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
9

Artistas e promotores unidos em protesto querem retoma da atividade cultural

Figuras de várias áreas juntam-se em campanha que pede retoma da atividade cultural.
Sónia Dias 6 de Março de 2021 às 10:34
Entre as muitas vozes que se levantam para defender os profissionais do setor estão Eunice Muñoz, Rui Veloso, Diogo Infante, Kalu, Ana Moura, César Mourão, Pedro Tochas, FF, Mariza, Paulo de Carvalho, Gisela João, Paulo Gonzo, Luís de Matos, Nuno Markl, António Zambujo, Camané, Irma, Miguel Cristovinho, Tito Paris, Kasha, Jorge Fernando, Ana Brito e Cunha e Filipe La Féria, entre outros.
Entre as muitas vozes que se levantam para defender os profissionais do setor estão Eunice Muñoz, Rui Veloso, Diogo Infante, Kalu, Ana Moura, César Mourão, Pedro Tochas, FF, Mariza, Paulo de Carvalho, Gisela João, Paulo Gonzo, Luís de Matos, Nuno Markl, António Zambujo, Camané, Irma, Miguel Cristovinho, Tito Paris, Kasha, Jorge Fernando, Ana Brito e Cunha e Filipe La Féria, entre outros.
Entre as muitas vozes que se levantam para defender os profissionais do setor estão Eunice Muñoz, Rui Veloso, Diogo Infante, Kalu, Ana Moura, César Mourão, Pedro Tochas, FF, Mariza, Paulo de Carvalho, Gisela João, Paulo Gonzo, Luís de Matos, Nuno Markl, António Zambujo, Camané, Irma, Miguel Cristovinho, Tito Paris, Kasha, Jorge Fernando, Ana Brito e Cunha e Filipe La Féria, entre outros.
Entre as muitas vozes que se levantam para defender os profissionais do setor estão Eunice Muñoz, Rui Veloso, Diogo Infante, Kalu, Ana Moura, César Mourão, Pedro Tochas, FF, Mariza, Paulo de Carvalho, Gisela João, Paulo Gonzo, Luís de Matos, Nuno Markl, António Zambujo, Camané, Irma, Miguel Cristovinho, Tito Paris, Kasha, Jorge Fernando, Ana Brito e Cunha e Filipe La Féria, entre outros.
Entre as muitas vozes que se levantam para defender os profissionais do setor estão Eunice Muñoz, Rui Veloso, Diogo Infante, Kalu, Ana Moura, César Mourão, Pedro Tochas, FF, Mariza, Paulo de Carvalho, Gisela João, Paulo Gonzo, Luís de Matos, Nuno Markl, António Zambujo, Camané, Irma, Miguel Cristovinho, Tito Paris, Kasha, Jorge Fernando, Ana Brito e Cunha e Filipe La Féria, entre outros.
Entre as muitas vozes que se levantam para defender os profissionais do setor estão Eunice Muñoz, Rui Veloso, Diogo Infante, Kalu, Ana Moura, César Mourão, Pedro Tochas, FF, Mariza, Paulo de Carvalho, Gisela João, Paulo Gonzo, Luís de Matos, Nuno Markl, António Zambujo, Camané, Irma, Miguel Cristovinho, Tito Paris, Kasha, Jorge Fernando, Ana Brito e Cunha e Filipe La Féria, entre outros.
Entre as muitas vozes que se levantam para defender os profissionais do setor estão Eunice Muñoz, Rui Veloso, Diogo Infante, Kalu, Ana Moura, César Mourão, Pedro Tochas, FF, Mariza, Paulo de Carvalho, Gisela João, Paulo Gonzo, Luís de Matos, Nuno Markl, António Zambujo, Camané, Irma, Miguel Cristovinho, Tito Paris, Kasha, Jorge Fernando, Ana Brito e Cunha e Filipe La Féria, entre outros.
Entre as muitas vozes que se levantam para defender os profissionais do setor estão Eunice Muñoz, Rui Veloso, Diogo Infante, Kalu, Ana Moura, César Mourão, Pedro Tochas, FF, Mariza, Paulo de Carvalho, Gisela João, Paulo Gonzo, Luís de Matos, Nuno Markl, António Zambujo, Camané, Irma, Miguel Cristovinho, Tito Paris, Kasha, Jorge Fernando, Ana Brito e Cunha e Filipe La Féria, entre outros.
Entre as muitas vozes que se levantam para defender os profissionais do setor estão Eunice Muñoz, Rui Veloso, Diogo Infante, Kalu, Ana Moura, César Mourão, Pedro Tochas, FF, Mariza, Paulo de Carvalho, Gisela João, Paulo Gonzo, Luís de Matos, Nuno Markl, António Zambujo, Camané, Irma, Miguel Cristovinho, Tito Paris, Kasha, Jorge Fernando, Ana Brito e Cunha e Filipe La Féria, entre outros.
Entre as muitas vozes que se levantam para defender os profissionais do setor estão Eunice Muñoz, Rui Veloso, Diogo Infante, Kalu, Ana Moura, César Mourão, Pedro Tochas, FF, Mariza, Paulo de Carvalho, Gisela João, Paulo Gonzo, Luís de Matos, Nuno Markl, António Zambujo, Camané, Irma, Miguel Cristovinho, Tito Paris, Kasha, Jorge Fernando, Ana Brito e Cunha e Filipe La Féria, entre outros.
Entre as muitas vozes que se levantam para defender os profissionais do setor estão Eunice Muñoz, Rui Veloso, Diogo Infante, Kalu, Ana Moura, César Mourão, Pedro Tochas, FF, Mariza, Paulo de Carvalho, Gisela João, Paulo Gonzo, Luís de Matos, Nuno Markl, António Zambujo, Camané, Irma, Miguel Cristovinho, Tito Paris, Kasha, Jorge Fernando, Ana Brito e Cunha e Filipe La Féria, entre outros.
Entre as muitas vozes que se levantam para defender os profissionais do setor estão Eunice Muñoz, Rui Veloso, Diogo Infante, Kalu, Ana Moura, César Mourão, Pedro Tochas, FF, Mariza, Paulo de Carvalho, Gisela João, Paulo Gonzo, Luís de Matos, Nuno Markl, António Zambujo, Camané, Irma, Miguel Cristovinho, Tito Paris, Kasha, Jorge Fernando, Ana Brito e Cunha e Filipe La Féria, entre outros.
Entre as muitas vozes que se levantam para defender os profissionais do setor estão Eunice Muñoz, Rui Veloso, Diogo Infante, Kalu, Ana Moura, César Mourão, Pedro Tochas, FF, Mariza, Paulo de Carvalho, Gisela João, Paulo Gonzo, Luís de Matos, Nuno Markl, António Zambujo, Camané, Irma, Miguel Cristovinho, Tito Paris, Kasha, Jorge Fernando, Ana Brito e Cunha e Filipe La Féria, entre outros.
Entre as muitas vozes que se levantam para defender os profissionais do setor estão Eunice Muñoz, Rui Veloso, Diogo Infante, Kalu, Ana Moura, César Mourão, Pedro Tochas, FF, Mariza, Paulo de Carvalho, Gisela João, Paulo Gonzo, Luís de Matos, Nuno Markl, António Zambujo, Camané, Irma, Miguel Cristovinho, Tito Paris, Kasha, Jorge Fernando, Ana Brito e Cunha e Filipe La Féria, entre outros.
Entre as muitas vozes que se levantam para defender os profissionais do setor estão Eunice Muñoz, Rui Veloso, Diogo Infante, Kalu, Ana Moura, César Mourão, Pedro Tochas, FF, Mariza, Paulo de Carvalho, Gisela João, Paulo Gonzo, Luís de Matos, Nuno Markl, António Zambujo, Camané, Irma, Miguel Cristovinho, Tito Paris, Kasha, Jorge Fernando, Ana Brito e Cunha e Filipe La Féria, entre outros.
Entre as muitas vozes que se levantam para defender os profissionais do setor estão Eunice Muñoz, Rui Veloso, Diogo Infante, Kalu, Ana Moura, César Mourão, Pedro Tochas, FF, Mariza, Paulo de Carvalho, Gisela João, Paulo Gonzo, Luís de Matos, Nuno Markl, António Zambujo, Camané, Irma, Miguel Cristovinho, Tito Paris, Kasha, Jorge Fernando, Ana Brito e Cunha e Filipe La Féria, entre outros.
Entre as muitas vozes que se levantam para defender os profissionais do setor estão Eunice Muñoz, Rui Veloso, Diogo Infante, Kalu, Ana Moura, César Mourão, Pedro Tochas, FF, Mariza, Paulo de Carvalho, Gisela João, Paulo Gonzo, Luís de Matos, Nuno Markl, António Zambujo, Camané, Irma, Miguel Cristovinho, Tito Paris, Kasha, Jorge Fernando, Ana Brito e Cunha e Filipe La Féria, entre outros.
Entre as muitas vozes que se levantam para defender os profissionais do setor estão Eunice Muñoz, Rui Veloso, Diogo Infante, Kalu, Ana Moura, César Mourão, Pedro Tochas, FF, Mariza, Paulo de Carvalho, Gisela João, Paulo Gonzo, Luís de Matos, Nuno Markl, António Zambujo, Camané, Irma, Miguel Cristovinho, Tito Paris, Kasha, Jorge Fernando, Ana Brito e Cunha e Filipe La Féria, entre outros.
Entre as muitas vozes que se levantam para defender os profissionais do setor estão Eunice Muñoz, Rui Veloso, Diogo Infante, Kalu, Ana Moura, César Mourão, Pedro Tochas, FF, Mariza, Paulo de Carvalho, Gisela João, Paulo Gonzo, Luís de Matos, Nuno Markl, António Zambujo, Camané, Irma, Miguel Cristovinho, Tito Paris, Kasha, Jorge Fernando, Ana Brito e Cunha e Filipe La Féria, entre outros.
Entre as muitas vozes que se levantam para defender os profissionais do setor estão Eunice Muñoz, Rui Veloso, Diogo Infante, Kalu, Ana Moura, César Mourão, Pedro Tochas, FF, Mariza, Paulo de Carvalho, Gisela João, Paulo Gonzo, Luís de Matos, Nuno Markl, António Zambujo, Camané, Irma, Miguel Cristovinho, Tito Paris, Kasha, Jorge Fernando, Ana Brito e Cunha e Filipe La Féria, entre outros.
Entre as muitas vozes que se levantam para defender os profissionais do setor estão Eunice Muñoz, Rui Veloso, Diogo Infante, Kalu, Ana Moura, César Mourão, Pedro Tochas, FF, Mariza, Paulo de Carvalho, Gisela João, Paulo Gonzo, Luís de Matos, Nuno Markl, António Zambujo, Camané, Irma, Miguel Cristovinho, Tito Paris, Kasha, Jorge Fernando, Ana Brito e Cunha e Filipe La Féria, entre outros.
Entre as muitas vozes que se levantam para defender os profissionais do setor estão Eunice Muñoz, Rui Veloso, Diogo Infante, Kalu, Ana Moura, César Mourão, Pedro Tochas, FF, Mariza, Paulo de Carvalho, Gisela João, Paulo Gonzo, Luís de Matos, Nuno Markl, António Zambujo, Camané, Irma, Miguel Cristovinho, Tito Paris, Kasha, Jorge Fernando, Ana Brito e Cunha e Filipe La Féria, entre outros.
Entre as muitas vozes que se levantam para defender os profissionais do setor estão Eunice Muñoz, Rui Veloso, Diogo Infante, Kalu, Ana Moura, César Mourão, Pedro Tochas, FF, Mariza, Paulo de Carvalho, Gisela João, Paulo Gonzo, Luís de Matos, Nuno Markl, António Zambujo, Camané, Irma, Miguel Cristovinho, Tito Paris, Kasha, Jorge Fernando, Ana Brito e Cunha e Filipe La Féria, entre outros.
Entre as muitas vozes que se levantam para defender os profissionais do setor estão Eunice Muñoz, Rui Veloso, Diogo Infante, Kalu, Ana Moura, César Mourão, Pedro Tochas, FF, Mariza, Paulo de Carvalho, Gisela João, Paulo Gonzo, Luís de Matos, Nuno Markl, António Zambujo, Camané, Irma, Miguel Cristovinho, Tito Paris, Kasha, Jorge Fernando, Ana Brito e Cunha e Filipe La Féria, entre outros.
Entre as muitas vozes que se levantam para defender os profissionais do setor estão Eunice Muñoz, Rui Veloso, Diogo Infante, Kalu, Ana Moura, César Mourão, Pedro Tochas, FF, Mariza, Paulo de Carvalho, Gisela João, Paulo Gonzo, Luís de Matos, Nuno Markl, António Zambujo, Camané, Irma, Miguel Cristovinho, Tito Paris, Kasha, Jorge Fernando, Ana Brito e Cunha e Filipe La Féria, entre outros.
Entre as muitas vozes que se levantam para defender os profissionais do setor estão Eunice Muñoz, Rui Veloso, Diogo Infante, Kalu, Ana Moura, César Mourão, Pedro Tochas, FF, Mariza, Paulo de Carvalho, Gisela João, Paulo Gonzo, Luís de Matos, Nuno Markl, António Zambujo, Camané, Irma, Miguel Cristovinho, Tito Paris, Kasha, Jorge Fernando, Ana Brito e Cunha e Filipe La Féria, entre outros.
Entre as muitas vozes que se levantam para defender os profissionais do setor estão Eunice Muñoz, Rui Veloso, Diogo Infante, Kalu, Ana Moura, César Mourão, Pedro Tochas, FF, Mariza, Paulo de Carvalho, Gisela João, Paulo Gonzo, Luís de Matos, Nuno Markl, António Zambujo, Camané, Irma, Miguel Cristovinho, Tito Paris, Kasha, Jorge Fernando, Ana Brito e Cunha e Filipe La Féria, entre outros.
Entre as muitas vozes que se levantam para defender os profissionais do setor estão Eunice Muñoz, Rui Veloso, Diogo Infante, Kalu, Ana Moura, César Mourão, Pedro Tochas, FF, Mariza, Paulo de Carvalho, Gisela João, Paulo Gonzo, Luís de Matos, Nuno Markl, António Zambujo, Camané, Irma, Miguel Cristovinho, Tito Paris, Kasha, Jorge Fernando, Ana Brito e Cunha e Filipe La Féria, entre outros.
Entre as muitas vozes que se levantam para defender os profissionais do setor estão Eunice Muñoz, Rui Veloso, Diogo Infante, Kalu, Ana Moura, César Mourão, Pedro Tochas, FF, Mariza, Paulo de Carvalho, Gisela João, Paulo Gonzo, Luís de Matos, Nuno Markl, António Zambujo, Camané, Irma, Miguel Cristovinho, Tito Paris, Kasha, Jorge Fernando, Ana Brito e Cunha e Filipe La Féria, entre outros.
Entre as muitas vozes que se levantam para defender os profissionais do setor estão Eunice Muñoz, Rui Veloso, Diogo Infante, Kalu, Ana Moura, César Mourão, Pedro Tochas, FF, Mariza, Paulo de Carvalho, Gisela João, Paulo Gonzo, Luís de Matos, Nuno Markl, António Zambujo, Camané, Irma, Miguel Cristovinho, Tito Paris, Kasha, Jorge Fernando, Ana Brito e Cunha e Filipe La Féria, entre outros.
Entre as muitas vozes que se levantam para defender os profissionais do setor estão Eunice Muñoz, Rui Veloso, Diogo Infante, Kalu, Ana Moura, César Mourão, Pedro Tochas, FF, Mariza, Paulo de Carvalho, Gisela João, Paulo Gonzo, Luís de Matos, Nuno Markl, António Zambujo, Camané, Irma, Miguel Cristovinho, Tito Paris, Kasha, Jorge Fernando, Ana Brito e Cunha e Filipe La Féria, entre outros.
Entre as muitas vozes que se levantam para defender os profissionais do setor estão Eunice Muñoz, Rui Veloso, Diogo Infante, Kalu, Ana Moura, César Mourão, Pedro Tochas, FF, Mariza, Paulo de Carvalho, Gisela João, Paulo Gonzo, Luís de Matos, Nuno Markl, António Zambujo, Camané, Irma, Miguel Cristovinho, Tito Paris, Kasha, Jorge Fernando, Ana Brito e Cunha e Filipe La Féria, entre outros.
Entre as muitas vozes que se levantam para defender os profissionais do setor estão Eunice Muñoz, Rui Veloso, Diogo Infante, Kalu, Ana Moura, César Mourão, Pedro Tochas, FF, Mariza, Paulo de Carvalho, Gisela João, Paulo Gonzo, Luís de Matos, Nuno Markl, António Zambujo, Camané, Irma, Miguel Cristovinho, Tito Paris, Kasha, Jorge Fernando, Ana Brito e Cunha e Filipe La Féria, entre outros.
Entre as muitas vozes que se levantam para defender os profissionais do setor estão Eunice Muñoz, Rui Veloso, Diogo Infante, Kalu, Ana Moura, César Mourão, Pedro Tochas, FF, Mariza, Paulo de Carvalho, Gisela João, Paulo Gonzo, Luís de Matos, Nuno Markl, António Zambujo, Camané, Irma, Miguel Cristovinho, Tito Paris, Kasha, Jorge Fernando, Ana Brito e Cunha e Filipe La Féria, entre outros.
Entre as muitas vozes que se levantam para defender os profissionais do setor estão Eunice Muñoz, Rui Veloso, Diogo Infante, Kalu, Ana Moura, César Mourão, Pedro Tochas, FF, Mariza, Paulo de Carvalho, Gisela João, Paulo Gonzo, Luís de Matos, Nuno Markl, António Zambujo, Camané, Irma, Miguel Cristovinho, Tito Paris, Kasha, Jorge Fernando, Ana Brito e Cunha e Filipe La Féria, entre outros.
Entre as muitas vozes que se levantam para defender os profissionais do setor estão Eunice Muñoz, Rui Veloso, Diogo Infante, Kalu, Ana Moura, César Mourão, Pedro Tochas, FF, Mariza, Paulo de Carvalho, Gisela João, Paulo Gonzo, Luís de Matos, Nuno Markl, António Zambujo, Camané, Irma, Miguel Cristovinho, Tito Paris, Kasha, Jorge Fernando, Ana Brito e Cunha e Filipe La Féria, entre outros.
"Mas será que os primeiros vão ser os últimos?!”, questionam dezenas de artistas na campanha da APEFE - Associação de Promotores de Espetáculos, Festivais e Eventos, que exige ao Governo que a retoma dos recintos culturais não fique para último no calendário de desconfinamento que será apresentado dia 11.

“Desde o início da pandemia Covid-19 que a cultura é um dos setores mais afetados, registando quebras superiores a 80% durante o último ano”, começa por dizer a associação em comunicado. “Os mais de 130 mil trabalhadores do setor só podem exigir que a cultura e todos recintos culturais não sejam agora os últimos a retomar a sua atividade e remetidos para uma espera ainda mais penalizadora para um setor já tão duramente castigado”, avança a APEFE, que defende que “a cultura é segura!”.

Entre as muitas vozes que se levantam para defender os profissionais do setor estão Eunice Muñoz, Rui Veloso, Diogo Infante, Kalu, Ana Moura, César Mourão, Pedro Tochas, FF, Mariza, Paulo de Carvalho, Gisela João, Paulo Gonzo, Luís de Matos, Nuno Markl, António Zambujo, Camané, Irma, Miguel Cristovinho, Tito Paris, Kasha, Jorge Fernando, Ana Brito e Cunha e Filipe La Féria, entre outros.
APEFE Promotores de Espetáculos Festivais Governo Eventos artes cultura e entretenimento
Ver comentários