As bodas de ouro de José M. Cortes

Uma noite muito especial, a que hoje se vai viver em Estremoz. O cavaleiro local, cujo nome está atribuído à rua onde nasceu, José Maldonado Cortes, vai ter em sua honra uma corrida na qual participarão nomes grandes da tauromaquia portuguesa, quer dentre os cavaleiros, quer dentre os forcados.
02.09.05
  • partilhe
  • 0
  • +
As bodas de ouro de José M. Cortes
José Maldonado Cortes, cavaleiro-exemplo da arte de bem montar, num dos seus exercícios públicos Foto DR
Particular significado assumem as presenças dos retirados José Samuel Lupi (foi ele quem mais ‘abriu as portas do estrangeiro’ aos cavaleiros portugueses), Álvaro Domecq (Espanha) e Gérard Péllen (França), que poderão assinar surpresas...
José Maldonado Cortes, com mais de mil corridas, foi um extraordinário equitador, que esteve na base dos êxitos de vários cavaleiros portugueses (Zoio e Moura, entre outros), tendo também triunfado em todo o mundo taurino, recordando-se êxitos enormes em Pamplona, Madrid, Granada, Sevilha, México, além de actuações de sucesso em França e países sul-americanos.
Por tal, muito justa a corrida de homenagem que esta noite tem lugar em Estremoz, seu berço, cidade que bem se pode orgulhar de uma figura que conquistou, ao longo de 50 anos, prestígio e popularidade.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!