Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
6

AS RECEITAS DO MINISTRO

Como convém quando o tema é a comida, o novo livro de Helena Sacadura Cabral, ‘Dieta (À Minha Maneira)’, foi apresentado à mesa, num ambiente “politicamente incorrecto”, ou a carismática autora não fosse também matriarca da mais ‘original’ família política portuguesa.
14 de Novembro de 2004 às 00:00
A apresentação decorreu na passada sexta-feira, no Palácio Marquês da Fronteira, onde Paulo Portas compareceu minutos antes da sessão para dar um abraço à mãe, e esteve, ironicamente, a cargo de um adepto confesso dos prazeres da mesa, João Gobern. Uma escolha curiosa, que Helena Sacadura Cabral justificou com a sua forma de estar na vida “politicamente incorrecta”. “Teria de ser assim, ou não fosse mãe de quem sou. No meu livro anterior, em que todos os pratos eram feitos com coentros, convidei alguém que odiava coentros”, explicou entre gargalhadas.
Desta forma, e graças ao carisma de Helena Sacadura Cabral, aquilo que poderia ser uma formal e ‘cinzentona’ troca de galhardetes, acabou por tornar-se numa noite de ‘rir e chorar por mais’, em que os ‘tomates à provençal’ e as ‘vichyssoises especiais’ deram o mote para descontraídos comentários à vida política e social do País.
A obra, que pretende ser um “ponto de partida para a criatividade dos cozinheiros ocasionais”, partiu, curiosamente, de “um acontecimento familiar”. “Obriguei o meu filho Paulo a ir ao médico e as análises não estavam nada boas. Teve de consultar um nutricionista, que ditou o tipo de ingredientes que ele deveria ingerir, mas claro que não disse como prepará-los. Como não gostaria de ver um filho ‘marchar’ à minha frente – mãe é algo que se é até ao nosso último segundo – deitei mãos à obra”, explicou ao CM Helena Sacadura Cabral, que passou três meses a seleccionar receitas “saudáveis, mas saborosas”.
O comprovativo da eficácia das receitas é o próprio ministro Paulo Portas que, ao fim de quatro meses, conseguiu perder 14 quilos. “Não só perdeu peso, como consegue mantê-lo há um ano, por ter reaprendido a comer”, confessou a mãe ‘babada’.
“Entretanto, achei que era pena não colocar este trabalho ao alcance de quem quer perder peso mas não gosta de fazer dieta. Este livro é o exemplo de que é possível emagrecer sem passar fome e comendo pratos saborosos’, adiantou.
Há muito “moldado aos três dígitos de peso” e mais adepto da doçaria conventual e dos ‘pecados’ da gastronomia tradicional portuguesa do que de dietas, João Gobern apimentou a noite com um discurso travesso em que as piadas políticas andaram de mãos dadas com as críticas à “era da sacrifício pelo peso ideal”. No final, porém, Gobern deixou no ar a remota possibilidade de vir a tornar-se num ‘modelo’, graças ao livro de Sacadura Cabral.
NOVOS LANÇAMENTOS EM BREVE
‘Dieta (À Minha Maneira)’ é o terceiro livro de culinária editado por Helena Sacadura Cabral e surge no seguimento de ‘A Minha Cozinha’ e ‘Agenda de Sabores’.
No próximo mês de Fevereiro, a autora vai editar um livro feito a quatro mãos com Rita Ferro, enquanto a sua nova compilação de crónicas está prevista para ser lançada no Verão de 2005.
UMA DIETA PARA...
...PAULO PORTAS
“Uma salada de endívias com massa, molho de iogurte magro, temperado com cebolinho e coentros”.
...MIGUEL PORTAS
“Um peito de frango com molho de mostarda e uns legumes ao vapor, couve-flor e brócolos bem fresquinhos”.
...SANTANA LOPES
“Um prato de carne grelhada com legumes variados ao almoço e, porque não, uma vichyssoise especial ao jantar”.
...OS PORTUGUESES
“Um copinho de tinto, que é vasodilatador, mas desde que não conduzam a seguir”.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)