Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
8

Axl Rose preso por conduta violenta

Axl Rose, o carismático líder e vocalista dos Guns N’ Roses (GNR) – que recentemente actuaram em Lisboa no âmbito do Festival Rock in Rio – foi preso ontem em Estocolmo, Suécia.
28 de Junho de 2006 às 00:00
O músico, que tinha actuado com os GNR segunda-feira à noite, foi detido por conduta violenta e por ter danificado um quarto de hotel. De acordo com a Polícia, Axl estava “demasiado bêbedo para falar” e foi mandado para uma cela até estar em condições de responder a um inquérito.
Axl Rose é suspeito de atacar um segurança e de ter ameaçado um polícia. O músico causou também “danos de pouca monta no interior do hotel”, acrescentaram as autoridades suecas.
Os pormenores dos incidentes que culminaram na detenção do músico não são conhecidos, mas tablóides suecos afirmam que o segurança tentou intervir quando Rose começou a discutir com uma mulher, alegadamente a sua própria assistente desde há 17 anos (uma brasileira de nome Beth) no lobby do hotel.
Se for considerado culpado de conduta violenta, Axl Rose enfrenta uma pena de prisão até quatro anos, revelou o porta-voz policial.
A prisão de Axl Rose poderá entretanto comprometer o concerto dos Guns N’ Roses esta noite em Oslo, Noruega.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)