Azulejos do século XVII furtados do Mosteiro de Odivelas

170 azulejos furtados em três roubos diferentes ao monumento.
03.01.19
Azulejos do século XVII furtados do Mosteiro de Odivelas
Foto Google Maps
A Câmara Municipal de Odivelas confirmou esta quinta-feira à Lusa o roubo de cerca de 170 azulejos do Mosteiro de São Bernardo e adiantou que as autoridades já estão a investigar o caso.

A confirmação da autarquia de Odivelas, numa resposta escrita enviada à agência Lusa, surge na sequência de um artigo publicado esta quinta-feira no blogue Movimento Fórum Cidadania Lisboa, da autoria da professora de História da Arte Raquel Silva, segundo o qual na manhã do dia 19 de dezembro houve um alerta para o desaparecimento de 101 azulejos do século XVII do Mosteiro da cidade, local onde está sepultado o rei D. Dinis.

O mesmo artigo dava conta que depois deste roubo ocorreram mais dois furtos noturnos, sendo neste momento quase 170 o número de azulejos furtados.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!