Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
3

Bela Adormecida

'A Bela Adormecida’, considerado um dos grandes clássicos do ballet, sobe ao palco da Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão, nos dias 5 e 6 do mês que vem.
26 de Setembro de 2007 às 00:00
Um clássico mundial do ballet
Um clássico mundial do ballet FOTO: d.r.
O espectáculo é apresentado pela companhia O Ginásio – Escola de Dança, de Vila Nova de Gaia e é uma adaptação livre do bailado homónimo, com coreografia de Marius Petipa, baseado no conto de Charles Perrault e música de Piotr Illitch Tchaikovsky.
Em palco, mais de vinte bailarinos dão corpo, ao longo de 95 minutos, a uma belíssima história, onde a luta entre o bem e o mal é a base de tudo.
O bailado ‘A Bela Adormecida’ foi visto pela primeira vez em S. Petersburgo a 3 de Janeiro de 1890 e desde então nunca deixou de estar presente em repertórios de companhias de dança, tendo como base a coreografia original de Marius Petipa, embora com versões recriadas.
Baseado num conto de Perrault, foi construído para ser um grande espectáculo, exigindo um numeroso elenco, composto por corpo de baile e solistas. Cada uma das quatro partes (um prólogo e três actos), oferece sequências de transformações mágicas e várias danças que contam a história da Bela Adormecida.
O espectáculo conta com a interpretação de Andrey Martinov e Elena Martinova; Isabel Ariel e Pedro Lamares; com a participação de cerca de outros 20 bailarinos e direcção artística de Marcelo Ferreira.
A organização espera uma grande afluência por parte do público, adiantando que já houve um número consideravél de reservas após a divulgação deste bailado, que sobe ao palco da Casa das Artes de Famalicão a 5 e 6 de Outubro.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)