Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
5

BOA VIAGEM COMPANHEIRO

José Carlos relata o dia 5: a etapa Peniche-Óbidos do seu projecto ‘Pecado Original’.
20 de Setembro de 2004 às 00:00
Num café às portas de Óbidos, numa terreola quase alentejana de tão pachorrenta, onde faço uma sensata paragem para recarregar baterias, está um pintas mais a respectiva acompanhante, que se percebe à distância, ser companhia de ocasião. O fulano, numa de terno: “atão filha, não queres nada?”. Ela olhando para a rua, diz que não.
Ele insiste, com o olhar guloso de quem relembra as formas: “Vá lá fofa, um docinho, qualquer coisa...” e acompanha a pergunta com uma carícia no traseiro da moça. A resposta não se faz esperar. Um monumental estalo que deixa toda a gente no café a rir para dentro. Saiem, naturalmente aborrecidos um com o outro.
Algumas horas antes, na estrada, um carro parara à minha frente e lá de dentro saíra um sonoro e solidário: “Boa viagem, companheiro!” Nessa altura lembro-me de ter desejado boa viagem a todos os que andam nesta jangada. Incluo agora na lista este “casal” desavindo.
Chegado a Óbidos, preparo-me para a etapa seguinte, mas já a pensar no dia 13 de Outubro, altura em que chegarei a Viseu. É que está lá um livro que eu quero folhear e dois polícias que eu gostaria de conhecer. Parece que são dois exemplares raros de uma espécie que se julgava extinta... Censorius Pidescus!
Ver comentários