Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
2

BRAD MELDHAU NO SEU MELHOR

Sexta-feira, o pianista de jazz Brad Meldhau protagonizou sexta-feira, na Aula Magna de Lisboa, um dos seus melhores concertos entre nós.
1 de Agosto de 2004 às 00:00
Brad Meldhau
Brad Meldhau
Iniciado com o tema ‘Junk’, de Paul McCartney, o concerto de Maldhau prosseguiu com duas composições suas (’Los Angeles II’ e ‘29 Palms’) e uma de Paul Simon (’The Only Young Boy In New York City’), todas dissecadas e tratadas pelo filtro mágico de acordes, frases e ritmos provenientes da sua imaginação privilegiada.
Mas o melhor ainda estava para vir com ‘Moon River’ (aparece em todos os seus concertos), ‘Martha My Dear’, de Lennon/McCartney, e o sublime ‘Zíngaro’, de António Carlos Jobim, complementado com improvisos de outros temas da autoria do mestre. Constituiram momentos de beleza serena apreciar a forma magistral como o pianista toca.
Brad Meldhau encerrou o concerto com um original seu, ‘Paris’, que resgatou aplausos quentíssimos do bastante público presente que exigiu o regresso do músico ao palco para dois ‘encores’, um dos quais uma fabulosa interpretação de ‘How As This Been Goin’on’.
Uma noite inspirada de um artista que marca o piano ao seu mais alto nível na liberdade da improvisação do jazz.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)