Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
2

CAETANO, LEÃO DOMADO, NO COLISEU DO PORTO

"Divino Maravilhoso". Embora não tenha cantado este hino tropicalista, o cantor brasileiro Caetano Veloso foi divino e maravilhoso para a deslumbrada plateia que participou, no Coliseu do Porto, no arranque da digressão europeia "Solo".
3 de Julho de 2003 às 00:00
Este recital com Velô "sozinho" em palco, repondo o estilo um banquinho, um violão e perna cruzada, comprovou o carisma que ele impõe sempre que actua na Invicta. Um formato que já sustentara em 1989, no mesmo tablado, com menos êxtase burguês é certo, mas com reiterado apelo a seu génio mutante.
Envergando calças pretas e um pólo de malha, Caetano interpretou o roteiro de 21 músicas num permanente clima de efusão, quando não delírio. De certa maneira, até parecia que, ao sair para o asfalto com "Desde Que o Samba é Samba", todo o concerto se consumiria no desfile de um apoteótico “encore”. Que "Força Estranha" é essa que o leva a ser, no país de Camões, uma (quase) unanimidade nacional?
MEL E AÇUCAR
"Lindo!", soltou a fã, capaz de comê-lo cru quando, na despedida, Caê revisitou "Você é Linda", beleza pura de canção, cintilando sob as luzes de um denso azul nocturno. Eis o autêntico cantor de charme no apogeu aveludado da sua fase de meia lua inteira.
Perante um público tão reverente, seria exigir muito um Caetano irreverente? O leão rebelde da Tropicália, que nos anos 60 desafiou "electrificar a MPB", foi leãozinho domado e meigo, dotado de um explosivo poder de empatia e sedução. "Mimar Você", "Coração Vagabundo", "Menino do Rio" e "Sozinho" corresponderam a essa atmosfera de mel e açúcar. Dessa toada delicodoce, as melhores expressões ficaram por conta de "O Leãozinho" , “Paloma” ou “Minha Voz, Minha Vida”.
De enfado e fado também se compôs o repertório do recital bem comportado. Após ter semeado tédio com “Tu Te Laisse Aller”, de Aznavour, tributou “Amália”. Vacilante, ensaiou ”Confesso”, “Coimbra” e “Rosinha dos Limões”, em tom bossanovístico.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)