Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
2

Camané: Distinção trará uma maior divulgação

O fadista Camané, que no sábado recebeu o Prémio Amália para o Melhor Álbum do ano, afirmou que a distinção do Fado como Património Imaterial trará "maior divulgação" ao género musical.
27 de Novembro de 2011 às 12:41
"Assim, mais pessoas ficarão a conhecer o que é o Fado e a sua riqueza", rematou Camané
'Assim, mais pessoas ficarão a conhecer o que é o Fado e a sua riqueza', rematou Camané FOTO: Vasco Neves

O fadista, que esta semana se estreia nos palcos norte-americanos, afirmou à Lusa que "a principal consequência será a maior divulgação que o Fado terá", uma questão que "já é visível desde que toda a campanha de promoção [da candidatura] arrancou".

"Assim, mais pessoas ficarão a conhecer o que é o Fado e a sua riqueza", rematou Camané, distinguido em 2005 com o Prémio Amália para o Melhor Intérprete.

O VI Comité Inter-Governamental da UNESCO aprovou hoje em Nusa Dua, na Indonésia, a integração do Fado na Lista do Património Cultural Imaterial da Humanidade.

fado unesco camané
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)