Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
5

Câmara do Porto tenta acabar com protesto

Numa tentativa de acabar com o protesto de um grupo de actores e espectadores que se mantêm barricados há mais de 30 horas dentro do Teatro Rivoli, a Câmara Municipal do Porto decidiu cortar a iluminação ao teatro e colocar o ar condicionado no máximo do frio.
17 de Outubro de 2006 às 10:07
Apesar das medidas drásticas tomadas pela autarquia, um elemento do grupo fez saber que os manifestantes não desistem e vão manter o protesto contra a decisão da câmara de entregar a gestão do teatro Rivoli a privados.
Entretanto, ficou a saber-se que o espectáculo de Luís Represas, a favor da investigação da Paramiloidose (a chamada doença dos pezinhos), previsto para logo à noite no Teatro Rivoli, foi transferido para a Casa da Música.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)