Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
1

Canções à flor da pele

Com os Skunk Anansie ganhou, por mérito próprio, lugar na primeira linha do rock, mas a estreia a solo, em 2003 (‘Fleshwounds’), esmoreceu o ânimo.
20 de Março de 2006 às 00:00
Falamos de Skin a esguia e esbelta cantora negra que volta aos discos disposta a fazer-se ouvir. Na verdade, ‘Fake Chemical State’ a partir de hoje nas lojas (ed. EMI-VC) é uma poderosa e virulenta declaração de intenções.
Skin sem papas na língua, fazendo do rock a sua arma de arremesso. “Reflecte a minha pessoa e a minha forma de estar no Mundo”, disse a propósito deste trabalho poderoso com as guitarras na linha da frente, que é também um manifesto político. Afinal, ‘Fake Chemical State’ mais não é do que a denúncia do estado letárgico a que os governantes nos conduziram, segundo Skin, para nos ‘distrair’ do pensamento político e da realidade que nos rodeia.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)