Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
2

Candonga virtual com bilhetes U2

Uma sofisticada forma de ‘candonga’ está a expandir-se em Portugal, muito por força do concerto dos U2, para o qual já não existem bilhetes.
3 de Março de 2005 às 00:00
Embora não se trate de uma novidade absoluta, os ‘sites’ de leilões na internet são agora a grande ‘mina’ dos ‘candongueiros’, que ali encontram uma forma de rentabilizar (e de que maneira) o seu investimento e sem os perigos da exposição pública.
Na verdade, aproveitando a loucura instalada em redor do concerto dos U2, a 14 de Agosto, em Alvalade, vários ‘sites’, nacionais e internacionais, ‘oferecem’ agora ingressos a preços que chegam a atingir os 500 euros a unidade. Em algumas páginas, como o ‘miau.pt’, o ‘leilões.sapo.pt’ ou o internacional ‘Ebay’, um pacote de dois bilhetes para o relvado, cujo preço original foi de 108 euros (54 euros cada), atinge já o valor de 600 euros em leilão. Ainda neste ‘site’, onde cerca de duas dezenas de ‘candongueiros’ se perfilam já. um dos vendedores pedia, ontem à tarde, 350 euros por um ingresso para a relva.
A página ‘leiloes.sapo.pt’, por seu lado, propõe um negócio semelhante, com dois ingressos para a Central Superior pelo preço mínimo de 500 euros cada. Ainda na página do Sapo anuncia-se uma ‘remessa’ de oito bilhetes, com o preço base de 350 euros cada.
No mais popular ‘site’ de leilões, on-line, o ‘Ebay.com’, um conjunto de dois bilhetes para o relvado vende-se pelo preço mínimo de 600 euros.
Entretanto, Nuno Braancamp, da empresa promotora do concerto, disse ontem ao CM não ter recebido ainda qualquer indicação, por parte dos U2, quanto à realização de um outro concerto. Segundo aquele responsável, um novo espectáculo poderá até realizar-se no Estádio do Dragão, no Porto. “Seria necessário deslocar o segundo palco que têm a rodar na Europa, mas... por que não? É o final da digressão. Mas falta ainda o sim. Para já é apenas uma possibilidade”, disse.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)