Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
5

Cascais: Vendia quadros falsos de Picasso e Miró

Um homem de 55 anos foi apanhado em flagrante delito, na posse de 27 quadros presumivelmente falsos, que era atribuídos a pintores como Picasso, Miró, Matisse, Chagall, Degas, Caravaggio e Renoir, entre outros.
6 de Setembro de 2010 às 11:22
Picasso foi um dos autores cujas obras foram falsificadas
Picasso foi um dos autores cujas obras foram falsificadas FOTO: D.R.

De acordo com a Polícia Judiciária, as obras estavam na residência do suspeito, em Cascais. "Foram ainda encontrados e igualmente apreendidos diversos certificados que visavam atestar a pretensa originalidade dos trabalhos", refere a PJ em comunicado, divulgado esta segunda-feira.

A detenção insere-se na Operação ‘Traço Fino', que permitiu ainda concluir que as obras destinavam-se a serem vendidas como autênticas no mercado, tendo já sido introduzidas nos respectivos circuitos. Algumas delas foram inclusivamente leiloadas e adquiridas como verdadeiras.

Esta apreensão é considerada a maior do País, o que leva a polícia a considerar que é um sinal de que Portugal se encontra já nas "grandes rotas internacionais da falsificação da pintura".

O suspeito está sujeito a medidas e apresentações periódicas no posto policial da sua área de residência.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)