Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
3

CHIADO RECUPERA IGREJA

O interior da Igreja de Nossa Senhora da Encarnação, ao Chiado, exibe desde ontem uma nova imagem, para muitos desconhecida, depois de ter sido alvo de um projecto de restauro e conservação.
4 de Junho de 2004 às 00:00
O antes e o depois do restauro do tecto da capela-mor pintado por Gaspar José Raposo
O antes e o depois do restauro do tecto da capela-mor pintado por Gaspar José Raposo FOTO: Marta Vitorino
Após dez meses de limpeza e restauro, e depois de terem estado anos "escondidos" sob os efeitos da poluição e do desgaste temporal, os tectos da nave, do coro alto e da capela-mor apresentam agora um magnífico conjunto de imagens figurativas e arquitectónicas, de grande unidade e harmonia cromática.
"Este foi um trabalho complicado. O fumo das velas, as más condições das coberturas e o incêndio de 1988 tornaram pretas todas as pinturas. As figuras estavam quase ilegíveis e tal era o seu estado de degradação que a tinta estava a descolar- -se do suporte", referiu Rocío Ozorez, da empresa responsável pelo restauro. Um projecto coordenado pela 'World Monuments Fund Portugal' e orçado em 300 mil euros, subsidiado também por mecenas.
A pintura do tecto da capela-mor é uma representação mística da Anunciação do Anjo à Virgem Maria, da autoria de Gaspar José Raposo (1784), enquanto que a da nave central e a do coro alto - a Anunciação à Virgem Maria - foi realizada por José António Mateus, entre 1824/28.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)