Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
7

CHICAGO É GRANDE FAVORITO

O musical “Chicago” é apontado como o grande favorito da 75.ª cerimónia dos Óscares, que hoje à noite se realiza no Teatro Kodak, em Los Angeles. Na linha da frente na corrida aos Óscares figuram ainda “Gangs de Nova Iorque”, “As Horas” e “O Pianista”, os filmes que logo a seguir detêm o maior número de nomeações.
23 de Março de 2003 às 00:00
Além de ser a película mais nomeada, ao concorrer em 13 categorias, “Chicago” tem ainda a seu favor o facto de ter vencido uma série de galardões que normalmente são considerados como bons indicadores para os Óscares. É o caso dos britânicos Bafta, dos Globos de Ouro e, ainda, dos troféus atribuídos pelos Sindicatos de Actores e de Realizadores americanos.
O musical, que retrata a época da Lei Seca nos EUA, é assinado pelo estreante Rob Marshall. Entre as 13 categorias para as quais está nomeado incluem-se as de argumento original, realização e filme, bem como actor e actriz principais.
Outro dos fortes candidatos deste ano é “Gangs de Nova Iorque”, assinado pelo veterano Martn Scorssesse, que surge com dez nomeações, entre as quais realização, guarda-roupa e melhor actor para a interpretação de Daniel Day-Lewis.
À lista de prováveis vencedores juntam-se ainda “As Horas”, com nove nomeações, “O Pianista” (sete), “O Senhor dos Anéis - As Duas Torres” (seis) e “Inadaptado” (quatro).
O filme do realizador espanhol Pedro Almodóvar, “Fala Com Ela”, é também candidato em duas categorias principais, concretamente realização e argumento original.
A grande surpresa, no entanto, poderá ser protagonizada por Julianne Moore que tem hipóteses de tornar-se na primeira vencedora de dois Óscares no mesmo ano, por estar simultaneamente nomeada como actriz principal e secundária.

MOMENTOS ALTOS
Além dos prémios, e apesar do clima de contenção da festa anunciado pela Academia, a gala terá momentos especiais. Um deles, acontecerá quando Catherine Zeta-Jones e Queen Latifah reproduzirem em palco uma cena conjunta retirada de “Chicago”, que aliás, valeu a ambas a nomeação na categoria secundária. Embora grávida de oito meses, Catherine Zeta-Jones não deixou passar o desafio e enfrentará a plateia dando de novo vida à personagem Velma Kelly.
Os irlandeses U2 vão protagonizar uma das actuações mais esperadas da noite, ao interpretarem o tema “The Hands that Built America”, da banda sonora de “Gangs de Nova Iorque”, nomeado para canção original. Além da banda de Bono, actuarão ainda os outros nomeados na mesma categoria, Caetano Veloso e Paul Simon.
Em Portugal, a cerimónia passa em directo a partir da 01h00 na TVI, numa emissão que se prolongará madrugada adentro. Com eventuais interrupções para actualizar informação sobre a guerra com o Iraque.

O SÍMBOLO DA PAZ

Meryl Streep, Dustin Hoffman, Ben Affleck, Julianne Moore, Martin Scorsese e Nicole Kidman são apenas algumas das celebridades que esta noite vão usar o “pin” da paz durante a gala dos Óscares, em sinal de protesto contra a guerra no Iraque. O símbolo foi criado pelo “designer” Henry Dunay especialmente para a ocasião.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)