Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
3

Cinema e ecologismo juntam-se em Manaus

Foi com "um imenso abraço amazónico" que Robério Braga, secretário de Estado da Cultura, abriu o Festival de Cinema de Manaus, na magnífica sala do Teatro Amazonas. Ao final de apenas meia década, parece ganha a aposta de um certame em plena floresta amazónica que se empenha em estrelas de nível mundial para aliar o glamour às causas do ecologismo e do desenvolvimento sustentado da região.

9 de Novembro de 2008 às 00:30
O realizador britânico Alan Parker é o presidente do júri do festival realizado em Manaus
O realizador britânico Alan Parker é o presidente do júri do festival realizado em Manaus FOTO: Raimundo Valentin, EPA

Este ano, além da presença de um convidado de honra, o cineasta francês Claude Lelouch (autor de ‘Um Homem e Uma Mulher’), viajaram para Manaus o realizador Alan Parker (‘Evita’ e ‘Mississipi em Chamas’), que preside ao júri, bem como as actrizes Neve Campbell (da série ‘Gritos’) e Parker Posey (‘Henry Fool’ e ‘Fay Grim’, de Hal Hartley) e ainda Joe Hisaishi, compositor oficial das animações de Miyazaki, entre outros membros do júri.

PELA BIODIVERSIDADE

Até ao próximo dia 13, a mensagem da aventura aliada à biodiversidade será difundida por mais de duas centenas de filmes e documentários nacionais e estrangeiros, espalhados por cerca de meia centena de espaços.

A Mostra Competitiva começou bem com o cativante drama social ‘Verônica’, do brasileiro Mauricio Farias. A longa-metragem relata o dilema de uma professora (Andréa Beltrão, conhecida em Portugal devido às telenovelas da Globo) que é forçada a tomar conta de um aluno que perdeu os pais, assassinados numa favela.

DETALHES

GAVIÃO SOLTO

No âmbito do festival foi devolvida à floresta um gavião-real, em risco de extinção, depois de ser encontrado e tratado pelo instituto brasileiro de defesa do ambiente. A sino-francesa Myléna Jampanoi, rosto da Dior, foi a madrinha da iniciativa.

CENTENÁRIO

É no Teatro Amazonas que se realizam as sessões mais importantes do festival. Inaugurado em 1896, é um dos teatros brasileiros mais importantes e surge no filme ‘Fitzcarraldo’, do realizador alemão Werner Herzog.

 

 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)