Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
3

Circo reinventado em ‘Ferloscardo’

As artes circenses têm espaço marcado no Teatro Aveirense, no próximo sábado, às 21h30, pela mão do Novo Circo Ribatejano. ‘Ferloscardo’ é um espectáculo que dá corpo e expressão ao novo circo português.
14 de Junho de 2007 às 00:00
Espectáculo no Aveirense
Espectáculo no Aveirense FOTO: d.r.
O projecto, cuja designação é um curioso anagrama feito a partir dos primeiros nomes dos seus criadores, desenvolveu-se a partir de espectáculos de cabaret.
De acordo com os autores, “Ferloscardo partiu de várias disciplinas de malabarismo para evoluir num sentido em que o movimento dos corpos se desenha numa expressão física próxima da dança, e a manipulação dos objectos se estende para lá do que são os malabares convencionais (como massas, argolas, bolas…). Pedras da calçada, sacas, varões e materiais agrícolas do Ribatejo também são manipulados”.
Lâmpadas suspensas
A acção do espectáculo – para um vasto público a partir dos oito anos – desenrola-se num espaço preenchido por seis lâmpadas suspensas no ar, em que os executantes controlam, simultaneamente, tanto a luz como o som. “As imagens sucedem-se naquilo que é uma íntima rede de referências”, salienta a promoção de ‘Ferloscardo’.
O conceito, criação e execução estão a cargo de Carlos Oliveira e Fernando Romão e ainda de Vasco Gomes.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)