Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
7

Clássico fica sem censura

‘Até à Eternidade’, um clássico da literatura norte-americana do século XX, vai ter uma edição electrónico que revela o que o falecido escritor James Jones teve de retirar do original por pressão do editor, como referências a sexo gay e palavrões.
9 de Abril de 2011 às 00:30
Burt Lancaster e Deborah Kerr na adaptação cinematográfica do livro
Burt Lancaster e Deborah Kerr na adaptação cinematográfica do livro FOTO: direitos reservados

Além de mencionar o facto de um dos personagens – interpretado por Frank Sinatra na premiada adaptação cinematográfica – ser pago para fazer sexo oral a um homem, a edição lançada no domingo terá o tipo de ‘linguagem de caserna’ censurada há 60 anos mas natural num romance que descreve a vida dos militares no Havai antes do ataque japonês a Pearl Harbor.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)