Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
1

Cock Robin: Ainda vale a pena ouvi-lo(s)?

Peter Kingsbery está de regresso a Portugal com dois concertos em Lisboa e Porto.
Miguel Azevedo 8 de Março de 2017 às 19:07
FOTO: Gustavo Ramos

Quando, em maio de 2015, Anna LaCazio, cofundadora dos Cock Robin, abandonou o grupo depois de Peter Kingsbery ter decidido mudar-se para França, muitos terão pensado que desta é que era. O projeto, que no final dos anos 80 já tinha sobrevivido à passagem de quarteto a duo, tinha tudo para encerrar definitivamente a sua história. Só que Peter Kingsbery reinventou-se, começou a preparar um novo disco e trocou LaCazio por uma bela francesa chamada Coralie Vuillemin. "Apaixonei-me pelo cabelo dela", disse um dia em tom de brincadeira.

Ora, serve isto tudo para dizer que os Cock Robin regressam a Portugal para atuar esta quinta-feira no Coliseu de Lisboa e na sexta no Coliseu do Porto, sendo o nosso país um dos tais na Europa em que Peter Kingsbery sempre teve mais sucesso do que no seu país natal, os EUA. Vê-lo e ouvi-lo ao vivo é, por isso, recordar uma boa parte dos anos 80, especialmente temas como ‘The Promise You Made’, ‘Just Around The Corner’, ‘Worlds Apart’ou ‘When Your Heart Is Weak’. É verdade que há músicas novas (e válidas), mas este será sempre um espetáculo geracional. Venha a nostalgia.

Anna LaCazio Cock Robin Peter Kingsbery Coliseu de Lisboa artes cultura e entretenimento música
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)