Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
2

Cohen regressa com menos dor

Aos 78 anos, Leonard Cohen não abranda o ritmo: anteontem, deu um concerto de quatro horas em Madrid e esta noite, a partir das 21h30, deve repetir a façanha no Pavilhão Atlântico em Lisboa. O músico canadiano já conhece bem este palco, tendo passado por ele há precisamente dois anos, num serão longo e melancólico.
7 de Outubro de 2012 às 01:00
Aos 78 anos, Leonard Cohen ainda dá concertos longos, como o de Madrid, que durou quatro horas
Aos 78 anos, Leonard Cohen ainda dá concertos longos, como o de Madrid, que durou quatro horas FOTO: Albert Olive/Epa

Desta vez, espera-se que o registo, além da revisitação da carreira de luxo, troque em alguns momentos a dor, a morte e os vícios – temas recorrentes nas suas canções –pelas melodias luminosas de ‘Old Ideas’, o disco mais recente, com destaque para ‘Going Home’.

Apesar disso, num reportório que se espera que alcance os 30 temas, serão os êxitos que mais irão contagiar os fãs. São os casos de ‘I’m Your Man’ e o inevitável ‘Hallelujah’.

Depois de um interregno de 15 anos, Cohen tem revelado nova vitalidade ao vivo, explorando como pode o estatuto enigmático que possui como prestigiado escritor, poeta das angústias e compositor inspirado. Hoje, em Lisboa, despede-se de mais uma bem-sucedida digressão. Até à próxima.

LEONARD COHEN MÚSICA PAVILHÃO ATLÂNTICO CONCERTO 'OLD IDEAS' LISBOA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)