Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
1

Comboios históricos voltam ao Douro

O comboio histórico a vapor vai voltar a circular nas linhas do Douro e Corgo, com o objectivo de fazer “regressar” os passageiros ao início do século XX, uma iniciativa que despertou enorme adesão nos últimos quatro anos.
26 de Março de 2005 às 00:00
Segundo Bruno Martins, porta-voz da CP, neste momento “estão a ser ultimados os detalhes desta operação turística e histórica, para que os comboios voltem a circular nas linhas do Douro e Corgo, numa parceria entre a CP Regional e operadores turísticos”. O arranque da iniciativa deverá acontecer durante o mês de Maio.
Na linha do Douro, as viagens serão entre a Régua, Pinhão e Tua, numa distância de cerca de 36 quilómetros e, na linha do Corgo, a distância a percorrer será de 25 quilómetros, entre Régua e Vila Real e volta. O turista terá à sua disposição cinco carruagens em madeira puxadas por locomotivas a vapor, construídas em 1923, e uma máquina de tracção diesel.
Tudo indica que em todas as viagens haverá animação, ou por grupos folclóricos, bandas de música tradicionais ou mesmo por pessoas trajadas à época.
BOMBEIROS A BORDO
A segurança também não será descurada durante os percursos e dois bombeiros dos Voluntários da Régua viajarão nos comboios para prevenir o risco de incêndio causado pelas faúlhas das velhas locomotivas. De salientar que os comboios possuem uma cisterna, com cerca de mil litros de água, para actuar de imediato em caso de fogo.
Para o vice-presidente da Câmara Municipal da Régua, José Alfredo Almeida, “esta é uma forma óptima e diferente de as pessoas visitarem o concelho e a região, e poderem viajar num meio de transporte que está em consonância com a natureza”.
Segundo este responsável, a autarquia vai apoiar a iniciativa que promete atrair ao concelho milhares de forasteiros, que poderão ainda visitar locais históricos, de culto e até comerciais, nomeadamente “para comprar Vinho do Porto nas quintas e nos produtores-engarrafadores”.
A região duriense pode assim ser vista de uma maneira diferente, e por isso prepara-se para receber, como acontece anualmente, a crescente procura turística, por parte de nacionais e estrangeiros, das suas riquezas paisagísticas, vinícolas e arquitectónicas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)