Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
9

Concertos Promenade regressam no domingo ao Coliseu do Porto, com Bruno Nogueira

Na estreia, a narração de "Pedro e o Lobo" será feita ao vivo pelo humorista.
Lusa 27 de Maio de 2021 às 12:52
O humorista Bruno Nogueira
O humorista Bruno Nogueira FOTO: Ricardo Ruela
O Coliseu do Porto anunciou hoje que recupera, a partir de domingo, com o espetáculo "Pedro e o Lobo", narrado por Bruno Nogueira, os Concertos Promenade, uma tradição iniciada em 2005 e que, até 2014, atraiu 130 mil espetadores.

Com direção artística do maestro Cesário Costa, comentários do musicólogo Jorge Castro Ribeiro e uma componente multimédia criada pela 'designer' Sara Botelho, o ciclo dos novos Concertos Promenade 2.0 conta com sete espetáculos, até 19 de dezembro, dia em que o Coliseu do Porto Ageas celebra 80 anos.

Na estreia, a narração de "Pedro e o Lobo" será feita ao vivo pelo humorista e ator Bruno Nogueira, e a música será interpretada pela Orquestra Clássica de Espinho.

A componente multimédia completa o conceito, "transportando os espectadores para o ambiente da obra e do compositor", refere a instituição em comunicado.

"Pedro e o Lobo" é uma história que se conta através da música composta, em 1936, por Sergei Prokofiev, e que se tornou numa das obras mais conhecidas do compositor russo. Baseada na fábula de Esopo, foi escrita para narrador e orquestra com o objetivo pedagógico de dar a conhecer as sonoridades dos diversos instrumentos musicais.

"Cada personagem da história - o Pedro, o lobo, o avô, o passarinho, o pato, o gato e os caçadores - é representada na orquestra por um instrumento diferente, mostrando as diferenças e a riqueza sonora dos sopros, das cordas e da percussão, ao mesmo tempo que aguçam a imaginação do público", esclarece a apresentação do concerto.

A música vai pontuando e alternando com a narração, colorindo cada pormenor da história até ao grande final.

Introduzidos em Portugal pelo Coliseu, em 2005, nas suas várias temporadas até 2014, os Concertos Promenade atraíram 130 mil espetadores.

Regressam agora com a mesma equipa artística e uma visão contemporânea, para proporcionar "uma experiência lúdica às famílias, jovens e crianças", que, uma vez por mês, ao domingo de manhã, vão poder descobrir "os segredos e curiosidades de um repertório eclético de concertos e espetáculos de dança comentados, com a participação de diversas orquestras", acrescenta o Coliseu, na nota de imprensa.

Os Concertos Promenade 2.0 vão destacar, até 19 de dezembro, aspetos e pormenores de obras nacionais e internacionais como "Pedro e o Lobo" de Prokofiev, "Rhapsody in Blue", de Gershwin, o conto "A Arca do Tesouro", de Alice Vieira, musicado por Eurico Carrapatoso, a "Cinderela", de Lotte Reiniger, e músicas do mundo que se tornaram célebres, entre outras melodias e histórias.

Os bilhetes custam entre seis e catorze euros, as assinaturas para o ciclo completo têm um desconto de 50%, na bilheteira do Coliseu.

Coliseu do Porto Ageas Bruno Nogueira Concertos Promenade artes cultura e entretenimento música
Ver comentários