Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
6

COPIAR FILMES É FÁCIL

Copiar filmes é fácil. A arte é não ser apanhado. O CM descobriu um pirata, estudante, de 23 anos, que contou tudo:
29 de Janeiro de 2003 às 00:03
Correio da Manhã - Sabemos que tem em sua posse filmes como "Gangs of New York" e "O Senhor dos Anéis: As Duas Torres" que são cópias dos enviados aos membros da Academia de Hollywood com vista à votação nos Óscares. Como as adquiriu e o que teve de fazer para chegar a elas?

- Para chegar a elas não foi preciso muito: uns simples contactos nos Estados Unidos desde há muito tempo. Todos esses “backups” dos filmes estão presentes nos mais rápidos “ftps” (‘sites’) que existem na América e a que ninguém tem acesso, a não ser os membros, como é o meu caso. Esses “ftps” que geralmente estão situados nas firmas ou em universidades, são muito rápidos. É só fazer o “download” e explorar a minha velocidade de ligação.

- Conhece a origem das cópias?

- Sim, sei de onde vêm. Falo com as pessoas na Internet. São geralmente críticos de cinema que pertencem a esses “ftps”.

- E como é que as coisas funcionam até chegarem ao circuito pirata?

- Primeiro há que fazer a “pixelização” (tratamento de imagem) do filme, para que seja retirado o código do crítico. Isto porque a cada crítico que é dada uma cópia para fazer a respectiva apreciação, é atribuído também um número de identificação que tem de ser retirado de modo a não incriminar a pessoa. Depois, é só ripar o filme (converter para formato legível em CD) em ficheiros e é só "sacar".

- Quanto pagou por cada cópia?

- Não paguei nada.

- Mas vende e faz dinheiro com isso!

- Sim!

- Por quanto vende cada uma e como é que as pessoas lhe pagam?

- Vendo a dez euros cada. Pagam em dinheiro.

- Como é feito o contacto?

- Através de amigos.

- E as cópias são só para eles ou faz disso um negócio?

- É mais para os amigos. Tenho poucos clientes, pois, afinal de contas, isto é ilegal.

- Que outros filmes tem para entrega neste momento?

- Tenho todos os filmes mal estreiam nos Estados Unidos ou até mesmo antes de estrearem: “O Aviso”, “Apanha-me Se Puderes”, “007 - Morre Noutro Dia”...

- Há quanto tempo está neste tipo de actividade?

- Há dois anos.

- Onde são legendados os filmes? São as legendas originais de cinema?

- As legendas arranjam-se na “net” e depois é só importar para dentro do DVD e gravar.

- O facto de estar a cometer uma ilegalidade não o assusta?

- Sim assusta. Mas estou nisto pelo simples facto de muitos filmes chegarem a Portugal só seis ou sete meses depois da estreia nos Estados Unidos, o que, como agora se diz, ‘é uma precaridade’.

- Podemos saber alguns dados pessoais como idade e profissão?

- Sou estudante e tenho 23 anos.
Ver comentários