Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura

Corrupção bate recorde em estreia

É o filme com mais cópias de sempre em estreia em Portugal. ‘Corrupção’ vai chegar a 55 salas a 1 de Novembro, superando blockbusters internacionais como ‘O Código da Vinci’, ‘Senhor dos Anéis’ ou ‘Harry Potter’.
11 de Outubro de 2007 às 00:00
 Um cartaz invertido para reforçar a mensagem de 'Corrupção'
Um cartaz invertido para reforçar a mensagem de 'Corrupção'
A partir de hoje, o produtor Alexandre Valente, da Utopia Filmes, mostra ainda nos cinemas o novo trailer do filme baseado no livro ‘Eu, Carolina’. Em breve, chegam às ruas os cartazes promocionais do filme.
Valente soma e segue na pretensão de ‘arrastar’ multidões às salas. O também produtor de ‘O Crime do Padre Amaro’, a fita portuguesa mais vista de sempre – mais de 400 mil espectadores –, vai estrear ‘Corrupção’ em nome próprio, sem a assinatura do realizador, João Botelho, numa atitude inédita em Portugal. Botelho e Leonor Pinhão, argumentista, recusaram-se a assinar a ficha técnica do filme por discordarem da montagem vídeo e áudio efectuada pelo produtor.
O filme está quase pronto e Valente está ultimar a banda sonora com Branko Neskov, reputado técnico jugoslavo radicado em Portugal, que já misturou o som de quase duas dezenas de filmes nacionais. A música de ‘Corrupção’ privilegia a produção lusa e conta com temas de Pedro Abrunhosa, Loto, Cool Hipnoise, Tiago Bettencourt e Linda Martini.
Quanto à antestreia, Valente promete: “Vai ser uma festa hollywoodesca nunca antes vista em Portugal”.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)