Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
3

CULTURA CHAMADA A INVADIR ESPANHA

A necessidade de "reforçar" a presença cultural portuguesa em Espanha foi destacada pelo presidente da República na intervenção que ontem fez em Salamanca na inauguração de uma mostra do pintor renascentista Grão Vasco, no âmbito do programa da Capital Europeia da Cultura.
12 de Julho de 2002 às 22:55
A exposição "Grão Vasco, pintura portuguesa do Renascimento 1500-1540", composta por 30 obras do pintor português, ficará patente em Salamanca até ao dia 15 de Setembro, na sala de exposições de Santo Domingo de la Cruz, um edifício histórico expressamente reabilitado para o efeito.

Na cerimónia de abertura, Jorge Sampaio sublinhou que o "exemplo do impacto e divulgação" desta "representativa exposição", deveria levar Portugal a "planear novos esforços de modo a estar mais presente na sociedade espanhola".

"Temos que planear e articular mais iniciativas na área do conhecimento, da acção comercial e da divulgação cultural e artística, a estes níveis, e em função das regiões, de modo a que a projecção da imagem de Portugal seja mais eficaz e adequada à sua realidade", destacou.

Acompanhado nesta visita de escassas horas, pelo ministro da Cultura, Pedro Roseta, o presidente da República foi recebido com destaque pelas autoridades regionais e nomeado Cidadão Honorário de Salamanca.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)