Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
7

DE MOCHILA ÀS COSTAS EM VIAGEM INTERIOR

"A Viagem da Minha Vida" é o título de William Sutcliffe, o autor e da Presença , a editora, cuja chegada às livrarias não podia ser mais oportuna ou não fosse, claramente, leitura de férias.
17 de Julho de 2003 às 00:00
E se o título deixa e vai deixar muito leitor a antecipar férias de sonho, feitas ou por fazer, já o antetítulo, promete refrear os ânimos mais delirantes, aí, onde se lê, "pela Índia de mochila às costas".
Título e antetítulo estão deliberadamente trocados e percebe-se porquê. Convertido o leitor em companheiro de viagem, quem ousaria espantá-lo com a perpectiva da mochila às costas e o Terceiro Mundo no horizonte...
E, no entanto, é o único lugar do Mundo que, para a mais caprichosa das questões, tem pronta a mais imperturbável das respostas: "Anything is possible" (tudo é posssível), o que, mesmo não correspondendo à verdade, é a atitude certa para se chegar a ela.
Dave há-de lá chegar mas antes há-de ser estudante emproado e empenhado na conquista da namorada do melhor amigo, outra estudante emproada e empenhada, neste caso, em seduzir sem ser seduzida, seja o namorado, seja o amigo do namorado.
ritual de passagem
Os actores são um bando de estudantes ingleses em ano de transição ou seja imediatamente antes de ingresssar no mercado de trabalho ou no universitário. Em comum: a ideia generalizada de viagem exótica que funcione como ritual de passagem para o estado adulto.
Dave, o protagonista, não pensa assim mas, com outras metas em mente (sempre havia de trazer para casa histórias para contar), deixa-se ir... "Tinha-me convencido de que viajar era a parte má que era preciso suportar para chegar aos locais que queríamos visitar, mas passou-me pela cabeça a ideia de que talvez fossem esses locais a parte má que tínhamos de suportar para podermos viajar" e, algumas páginas mais tarde, afinal, "quem quiser encontrar-se neste país tem de se perder. É este o meu próximo passo".
Decididamente, "tudo é possível"... De miúdo convencido a adulto confiante: "a primeira coisa que fiz depois de entrar em casa foi beber um copo de água da torneira. Que luxo!".
Algumas viagens têm este efeito sobre os viajantes. Acontece.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)