Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
7

Defeso e descobertas

Quando em Portugal, Espanha e França terminam as temporadas, começam as que se realizam para lá do Atlântico, isto é, México, Colômbia, Venezuela, Peru, Bolívia e Equador.
21 de Janeiro de 2009 às 00:30
Defeso e descobertas
Defeso e descobertas

Da Europa partem cavaleiros, matadores e novilheiros para cumprir contratos nas múltiplas feiras naqueles países. Todos os anos, de Portugal, vão artistas para essas paragens. Em 2008, no que toca a cavaleiros, grande destaque para Rui Fernandes.

Este ano, belos triunfos do jovem João Moura Filho. Dos matadores, neste defeso, destaque para Luís Procuna, que do Equador trouxe o grande Troféu da Feira de S. José (Valência), e para António J. Ferreira, o nosso mais recente matador, a distinguir-se no México. De entre os jovens novilheiros, Nuno Casquinha, que tem deixado bom ambiente no país Azteca, também ele dando sinais de futuro risonho. O defeso é para alguns eleitos vivido além-mar com actuações merecedoras de elogios, pelos resultados e pelo esforço de subir na carreira. Afinal, do País dos Descobrimentos a descoberta dos triunfos.

Entretanto, neste defeso dois destaques: Tertúlia Tauromáquica Terceirense (Terceira – Açores) e o Fórum Mundial de Cultura Taurina; o Grupo de Forcados da Cuba, que prepara alguns eventos de promoção à Festa de Toiros, também descobrindo o futuro.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)