Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
4

Delírios imperdíveis de Tarantino e Schnabel

Grindhouse: Death Proof’, de Quentin Tarantino, e ‘Le Scaphandre et le Papillon’, de Julian Schnabel, contagiam de forma diversa. Um é um filme maldito que recicla os de série Z dos anos 70 e o outro um ensaio criativo e sensível sobre a comunicação. Comum a ambos é um cinema com letra grande. As películas estiveram ontem em destaque na programação do dia do 60.º Festival de Cannes.
23 de Maio de 2007 às 00:00
Quetin Tarantino
Quetin Tarantino FOTO: Eric Gaillard/Reuters
‘Death Proof’ é daqueles filmes que, inevitavelmente, prolongará o culto deste cineasta maldito, embora não seja novidade que é precisamente nesse universo que Tarantino se inspira. Para dar um suplementar toque de realismo, o filme aparece riscado, com cortes e desacerto de cor.
Tudo começa com um punhado de mulheres a serem perseguidas pelo tresloucado Stuntman Mike (Kurt Russell, numa grande interpretação), que usa o seu Dodge Challenger como arma, mas acaba por terminar da pior maneira possível. Para Mike, claro. Talvez porque neste filme, tal como sucedeu em ‘Kill Bill’ e ‘Jackie Brown’, são elas quem mandam! Deliciosas as conversas de ocasião (embora longas demais), devidamente suportadas por um final que merece ficar na história. ‘Death Proof’ estreia em Portugal a 19 de Julho.
Bem diferente é o inesperado e imaginativo ‘Le Scaphandre et le Papillon’ (‘O Escafandro e a Borboleta’, em português), do realizador/artista Julian Schnabel. Tendo como base a história verídica de um paraplégico com a síndroma de ‘lock in’ que acabou por escreveu um livro, Schnabel filma como se estivesse a criar uma obra de arte.
SCORSESE ANUNCIA FUNADAÇÃO
O cineasta norte-americano Martin Scorsese (‘Gangs de Nova Nova Iorque’ e ’The Departed – Entre Inimigos’) está em Cannes, não para apresentar um filme mas para anunciar oficialmente a criação de The World Cinema Foundation, uma organização sem fins lucrativos dedicada à preservação e restauração de filmes negligenciados e na qual estão envolvidos alguns dos realizadores presentes nesta edição do evento. Falamos de Stephen Frears, Guilermo del Toro, Alejandro González Iñárritu, Abbas Kiarostami, Walter Salles, Wim Wenders e Wong Kar Wai, entre outros. Personalidades como o estilista italiano Giorgio Armani (amigo pessoal do realizador) a empresa Cartier e a companhia de aviação Qatar Airways apoiam financeiramente a iniciativa.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)