Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
1

DGS considera que é “cedo” para decidir futuro dos festivais

Diretora-geral da Saúde aponta o Reino Unido como "um laboratório" para o eventual regresso dos festivais de música em Portugal.
Correio da Manhã 5 de Março de 2021 às 08:11
Diretora-geral da Saúde, Graça Freitas
Diretora-geral da Saúde, Graça Freitas FOTO: Tiago Petinga/Lusa
A diretora-geral da Saúde aponta o Reino Unido como "um laboratório" para o eventual regresso dos festivais de música em Portugal. "Conseguiremos ver como foi [aí] o impacto de espetáculos com muita gente".

Graça Freitas considera, no entanto, que é "muito cedo" para se dizer se estes eventos se podem realizar este ano. Entre os primeiros grandes festivais de música previstos no calendário, o Primavera Sound, no Porto, já adiado para 2022, e o Rock in Rio Lisboa deverá em breve anunciar o que vai fazer.
Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
DGS Saúde Reino Unido Portugal artes cultura e entretenimento cultura (geral)
Ver comentários