Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
8

Dia de Portugal taurino em Almendralejo

A Estremadura espanhola afirma-se, cada vez mais, como prolongamento natural e territorial da ‘afición’ portuguesa no que respeita ao toureio a pé e à chamada ‘corrida integral’.
19 de Março de 2005 às 00:00
Almendralejo, com uma praça de toiros remoçada e mais cómoda, surgiu, no ano passado, com um programa aliciante e inédito, já que, para além da corrida ‘de rejones’, de manhã, na qual alternavam três portugueses com três espanhóis e constituiu grande triunfo de João Salgueiro, seria a tarde da alternativa de Nuno Velásquez, a conceder por ‘Pedrito de Portugal’ com testemunho de Luís Procuna, na lide de toiros portugueses. A chuva impediu que a ideia se tornasse realidade, mas o ‘Dia de Portugal’, como foi denominado, constituiu uma ‘romaria’ da aficíon lusitana para a cidade estremenha.
Amanhã, a ‘receita’ repete-se, desta vez com a novidade da presença dos forcados Amadores da Moita na corrida da manhã, na qual irão alternar João Moura, João Cerejo e Ana Batista, com os espanhóis Leonardo Hernandez e Mariano Rojo e o luso-espanhol Diogo Ventura, na lide e morte de toiros da ganadaria de Cabral Ascenção. A tarde destinar-se-á uma corrida formal com três matadores portugueses, que serão José Luís Gonçalves, ‘Pedrito de Portugal’ e Luís Procuna, com toiros de Ascenção Vaz, esperando-se que o público acorra, em grande número, a tão aliciante programa.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)